Palmeiras: Abel lamenta e se diz ‘culpado’ por derrota em Goiânia

Verdão perdeu para o Goiás por 1 a 0 no Campeonato Brasileiro neste sábado (21)

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Cesar Greco/Divulgação/Site Oficial do Palmeiras

Abel Ferreira conheceu sua primeira derrota no comando do Palmeiras neste sábado, ao cair diante do Goiás por 1 a 0 com um time tendo diversas ausências por causa da Covid-19. E o treinador não se esquivou de ver responsabilidade sua pelo resultado.

Após a partida, o treinador alviverde evitou atribuir a ausência de vários titulares ou até mesmo a lesão de Luiz Adriano e a expulsão de Mayke, lances estes ainda no primeiro tempo, como fatores cruciais para a derrota.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

“Foram muitas incidências, algumas podemos controlar e outras não. Temos que nos habituar que o futebol tem momentos aleatórios. Começamos bem, mas tivemos a lesão do Luiz Adriano e a expulsão. Muitas contrariedades. No segundo tempo, eles (Goiás) não criaram nada e tiveram o gol. Futebol”, declarou Abel.

“Não faço magia. Sem tempo é difícil, é esperar que os jogadores deem o melhor de si. O Gabriel Menino chegou hoje, o Fabrício chegou hoje e sequer treinou com a equipe. Mas estamos aqui, não irei fugir. O responsável sou eu e tudo isso é culpa minha”, completou o treinador palmeirense,

A derrota aconteceu pouco antes da partida do Palmeiras desta quarta-feira (25) contra o Delfín, primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores. Jogo que Abel espera poder contar com mais titulares recuperados do coronavírus.

LEIA MAIS

Avião da Crefisa levará atletas para jogo do Palmeiras na Libertadores

(Crédito da foto: Cesar Greco/Divulgação/Site Oficial do Palmeiras)