Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Presidente da Fifa tem “desconforto” com calendário criado pela CBF, diz site

Presidente da Fifa crê que calendário deve ter “menos partidas, mas mais significativas”

Marcel Thomé
Jornalista e assessor de imprensa

Crédito: Divulgação / Fifa

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, revelou seu desconforto em relação ao calendário brasileiro de futebol, que desfalca os clubes de seus maiores destaques durante as chamadas Datas Fifa.

Em entrevista ao “GE.com“, o mandatário da entidade que comanda o futebol mundial evitou criticar a soberania da CBF na criação do calendário de jogos no Brasil, mas deixou claro sua opinião.

Como presidente da Fifa não devo nem posso sobrepor a minha opinião a quem toma decisões no Brasil, mas admito que partilho o desconforto de muitos pela sobreposição de jogos de clubes de elite com os jogos da Seleção Brasileira. Sei que não é fácil encontrar pontos de equilíbrio entre todas as partes, mas os interesses do futebol devem estar acima dos interesses individuais ou corporativos, e todos os responsáveis têm a obrigação de encontrar saídas para esse tipo de situação“, disse.

Acho que devemos procurar maneiras de ter menos partidas, mas mais significativas. Encontrar uma fórmula perfeita será extremamente desafiador, mas acho que a comunidade do futebol deveria pelo menos discutir aberta e francamente para ver se podemos chegar a soluções novas e melhores. Parece haver um consenso de que há muitas partidas por temporada em muitos países“, completou Infantino.

Para se ter uma ideia, durante os jogos das Eliminatórias Sul-Americanas são desfalques nos clubes brasileiros atletas de destaque como Pedro, Everton Ribeiro, Soteldo, Gustavo Gómez, Viña, Kannemann e outros.

LEIA MAIS: