São Paulo: Diniz vê ‘frustração grande’ com empate com o Vasco

Tricolor saiu atrás, empatou, mas atuação não agradou totalmente técnico são-paulino

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Facebook Oficial São Paulo

O São Paulo ficou no empate com o Vasco no domingo (22) pelo Campeonato Brasileiro. O Tricolor saiu atrás no placar e reagiu, mas mesmo assim não foi totalmente agradável aos olhos de Fernando Diniz.

O treinador são-paulino falou após a partida e admitiu que o primeiro tempo não teve boa participação do time e tratou de defender a escalação de Léo na zaga, deixando no banco um dos destaques recentes do time, Diego Costa.

“A gente fez um primeiro tempo abaixo do que a gente poderia ter feito. Cedemos muitos contra-ataques e isso resultou no gol do Vasco. A gente sabia que a tendência do jogo seria essa”, disse Diniz.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

“A opção do Léo pelo lado esquerdo foi para ter mais chegada no lado esquerdo, quando ele joga na zaga se tem essa jogada mais agressiva. Tomamos um gol de contra-ataque numa jogada que a gente tinha estudado muito. O Léo é um jogador que confio muito, nos ajudou muito na posição. É um jogador que é um lateral-esquerdo, mas também é zagueiro. Tem qualidade para fazer essas funções. Ele é um dos titulares. Jogou e saiu naquele momento, mas pode ser titular. O Diego vinha de sequência grande de jogos, então achei que era oportunidade para o Léo jogar”, completou.

O técnico do São Paulo refletiu sobre uma ‘frustração grande’ pelo que o Tricolor não conseguiu mostrar diante do Vasco. Tanto pelas chances desperdiçadas pelo time como pelo fato do time ter marcado forte e exercido boa postura ofensiva dos cariocas.

“A frustração é grande porque a gente vinha dentro de casa, vivíamos um bom momento e tínhamos a condição de ganhar o jogo. Mas vale ressaltar que o Vasco é um time difícil de se jogar contra, para criar situações de gol contra o jeito que o Vasco nos marcou aqui é difícil, como foi contra o Goiás, o Coritiba, o Flamengo na semana passada”, disse.

LEIA MAIS

Luis Roberto parabeniza o São Paulo e critica “racismo estrutural” no Brasil: “Está em estágio absoluto”

(Crédito da foto: Divulgação/Facebook Oficial São Paulo)