Raí, Diniz e Daniel Alves são exaltados por dupla de jornalistas após 3×0 no Flamengo; Rogério Ceni é lembrado

Raí, Fernando Diniz e Daniel Alves foram muito elogiados após São Paulo avançar à semifinal da Copa do Brasil 2020; Rogério Ceni também foi lembrado

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

Muitos criticaram o São Paulo em 2020. A instabilidade da equipe comandada por Fernando Diniz, sobretudo nas eliminações no Campeonato Paulista e nas copas Libertadores da América e Sul-Americana foram alvo de diversos comentários. Na última quarta-feira (18), após o 3×0 no Flamengo no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil 2020, entretanto, o SPFC foi muitíssimo elogiado. E isso incluiu profissionais que, outrora, eram vistos com desconfiança.

Em live no canal Arnaldo e Tironi, mantido pelos jornalistas Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi no Youtube, muitos deles foram, agora, exaltados. Diretor executivo de futebol, Raí foi um deles. “O Raí aguentou muita porrada nesses tempos para bancar o Diniz. E bancou. Pode perder do Grêmio, mas, hoje, acho que também é uma vitória do Raí. Como dirigente e como ídolo”, afirmou Eduardo Tironi.

Arnaldo Ribeiro concordou. “Foi muito bom ter citado o Raí. Ele foi a pessoa que mais apanhou esse tempo todo. A ida do Rogério Ceni para o São Paulo foi uma espécie de catalisador final que o time precisava. O torcedor, o dirigente, o técnico e os jogadores. O simbolismo do final do jogo, os jogadores dando um banho d’água no Fernando Diniz e o Rogério Ceni saindo cabisbaixo, falando com o Everton Ribeiro, mostra um pouco de tudo isso”, destacou o comentarista.

O próprio técnico são-paulino foi elogiado. “Se o Diniz consegue tirar o São Paulo da fila com uma Copa do Brasil inédita ou um Brasileirão, ele entra no panteão dos grandes. Todos os caras que tirarem o SPFC da fila, por sinal, vão contar com a benevolência justificável da torcida incrível e merecida”, comentou Arnaldo Ribeiro.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

Camisas 10 e 01

Logo de cara, Arnaldo Ribeiro fez rasgados elogios ao Good Crazy. “O que joga o Daniel Alves é uma coisa impressionante. E o Rogério Ceni ajudou a catalisar, também, o Daniel Alves como homem-símbolo do São Paulo atual. É o capitão, o que chega primeira, o jogador de jogo grande, o que peita o outro jogador grande. O trio Raí-Fernando Diniz-Daniel Alves tem muito papel nisso. É o resgate do prazer e da perspectiva do são-paulina em ter noites de alegria e jogos que você envolva. Era uma sensação de raiva, ódio e distância para com o time e com o trio. Nesse novembro mágico, foi reconquistado. Hoje, o São Paulo pode se sentir capaz de jogar contra qualquer adversário”, detalhou.

Novo técnico do Flamengo, a relação de Rogério Ceni com o SPFC também foi lembrada. “Acho que mesmo que o Flamengo fracasse e o São Paulo não ganhe nada, acho difícil que o próximo técnico do São Paulo seja ele”, afirmou Arnaldo Ribeiro. Eduardo Tironi concordou. “Depois do que aconteceu hoje, acho que dá uma firmeza bem razoável para que o Fernando Diniz siga no São Paulo mesmo se não ganhe nada. Claro que, se perder de 7×0 para o Palmeiras ou acabar em sexto lugar no Brasileirão, isso muda”, finalizou.

LEIA MAIS
Rogério Ceni surpreende: “Fiz o mesmo trabalho no Fortaleza e no São Paulo”
Bruno Alves celebra boa fase no São Paulo: “Melhor ano da carreira”
No Twitter, São Paulo comemora 25 anos do bicampeonato Mundial de Clubes