Seleções sul-americanas devolvem 15 jogadores com Covid-19 e três lesionados para os clubes

Data FIFA tem sido um problema para as equipes

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: César Greco/Palmeiras

Os clubes que reclamam da Data FIFA e dos jogos de seleções ganharam mais um motivo para irem a público e detonarem as convocações. Na última semana de jogos das Eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo, 18 atletas ficaram inaptos a jogarem no retorno a seus clubes.

O maior problema é que a grande maioria não ficará fora por conta de lesões, mas sim pela infecção do novo coronavírus, que tem atingido em surto vários atletas e elencos no continente. Ao todo, foram 15 atletas contaminados pela Covid-19 e outros três lesionados.

Veja a lista jogadores de seleções sul-americanas que não poderão atuar por seus clubes:

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

Lesionados

Exequiel Palacios
O volante do Bayer Leverkusen e da Argentina teve o problema mais grave de lesão e deve ficar de fora de seu clube por vários jogos após sofrer um golpe na lompar e deve ficar de fora por até três meses.

Adolfo Muñoz
O meia do Equador e da LDU saiu lesionado da partida contra a Colômbia e é desfalque certo da LDU para a partida contra o Santos, pela Libertadores.

Pedro
O atacante do Flamengo e do Brasil se lesionou após a partida contra a Venezuela, quando estreou com a camisa verde e amarela. O atleta sofreu uma lesão muscular e foi cortado.

Covid-19

A lista de atletas com a Covid-19 é extensa e tem em sua maioria jogadores do Uruguai e do Equador, além de um do Brasil. Veja abaixo os jogadores que voltam contaminados a seus clubes:

Uruguai
Matías Viña (Palmeiras), Luis Suárez (Atlético de Madrid), Rodrigo Muñoz (Cerro Porteño), Alexis Rolín (Olímpia), Diego Rossi (Los Angeles FC), Lucas Torreira (Atlético de Madrid), Darwim Núñez (Benfica) e Diego Godín (Cagliari).

Equador
Alan Franco (Atlético-MG), Enner Valencia (Fenerbahce), Diego Palacios (Los Angeles FC), Mario Pineida (Barcelona de Guayaquil), José Cifuentes (Los Angeles FC) e Moisés Corozo (LDU).

Brasil
Gabriel Menino (Palmeiras)*

*O jogador está liberado para jogar após passar mais de dez dias assintomático.

Leia mais:
De fuga e insegurança a destaque e titularidade: como Patrick de Paula saiu de comunidade no RJ para se tornar peça-chave no Palmeiras