Torcedores do Palmeiras detonam Mayke por expulsão: “poderia ser dispensado”

Lateral-direito foi advertido com cartão vermelho durante o primeiro tempo da partida entre Goiás e Palmeiras

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 27 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Reprodução/Premiere

Um dos titulares escalados pelo treinador Abel Ferreira, o lateral-direito Mayke acabou expulso aos 38 minutos do primeiro tempo, na partida entre Goiás e Palmeiras disputada na noite deste sábado (21), no estádio Serrinha.

No lance, o defensor palmeirense tenta um desarme, mas acaba pisando no adversário. O árbitro  Bruno Arleu de Araújo, inicialmente, deu cartão amarelo. Entretanto, chamado pelo VAR, reviu o lance e mudou a decisão.

Torcedores do Palmeiras criticaram o jogador assim que o cartão vermelho foi aplicado. De acordo com a opinião dos palmeirenses, a expulsão foi desnecessária.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Dentro de campo, o Goiás derrotou o Palmeiras por 1 a 0. O gol foi marcado pelo meio-campista Miguel Figueira, aos 47 minutos do segundo tempo.

Ficha técnica – Goiás x Palmeiras

Data: 21 de novembro de 2020

Motivo: Brasileirão Série A (rodada 22)

Local: estádio Serrinha

Horário: 21h (horário de Brasília)

Goiás: Tadeu; Taylon (Rafael Moura), Fábio Sanchez, David Duarte e Jefferson (Rodrigues); Breno, Ariel Cabral (Miguel Figueira) e Gustavo Blanco (Alyson); Keko, Douglas Baggio (Shaylon) e Fernandão – treinador: Augusto César.

Palmeiras: Weverton; Emerson Santos, Gustavo Gómez e Renan; Marcos Rocha, Patrick de Paula, Ramires, Lucas Lima (Esteves) e Mayke; Luiz Adriano (Fabrício, depois Luan) e Marcelinho (Gabriel Menino) – treinador: Abel Ferreira.

Veja a repercussão do cartão vermelho recebido por Mayke:

Leia também:

Palmeiras perde para o lanterna da Série A e vira piada; veja os memes

Neto detona Maurício Galiotte: “nunca mais seja presidente do Palmeiras!”

Belluzzo aponta conflito de interesses em possível eleição de Leila Pereira à presidência do Palmeiras