Atacante deixa o Flamengo e encerra passagem frustrante marcada por lesões

Vinculado ao Spartak, Pedro Rocha marcou apenas um gol pelo Flamengo

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Alexandre Vidal /Flamengo

O primeiro reforço anunciado para esta temporada está de saída do Flamengo. A diretoria rubro-negra acertou o retorno de Pedro Rocha para o Spartak, da Rússia, que emprestou o jogador para o clube em janeiro e que detém os direitos econômicos do atleta.

Siga o Torcedores também no Instagram

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva

A passagem de Pedro Rocha pelo Flamengo não empolgou a torcida. Aposta rubro-negra como atacante de lado de campo, o jogador foi contratado a pedido de Jorge Jesus. Porém, o ponta-esquerda também decepcionou sob o comando de Domènec Torrent e Rogério Ceni.

Atuando em onze partidas, ele foi titular em três jogos e marcou um gol com a camisa 32. Nesse ínterim, totalizou 252 minutos em campo. A última partida do atleta pelo Flamengo foi em 13 de dezembro, na vitória por 4 a 1 sobre o Santos, no Maracanã, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

O vínculo de Pedro Rocha com o Flamengo era por empréstimo até o fim do ano. Além disso, o acordo tinha cláusula de opção de compra ao fim do contrato. Porém, as fracas atuações e os sucessivos problemas de lesão fizeram a diretoria desistir de empenhar dinheiro na manutenção do atleta.

Pedro Rocha deve retornar a Rússia no dia 12 de janeiro. Ele tem contrato com o Spartak até 2023. No entanto, o jogador não deve ser reintegrado ao elenco. Afinal, o técnico alemão Domenico Tedesco não pretende aproveitá-lo na sequência da temporada.

Pedro Rocha terá de reduzir salário se quiser seguir no futebol brasileiro

Com passagens por Grêmio e Cruzeiro, Pedro Rocha recebeu contatos de clubes brasileiros nos últimos dias. No entanto, as sondagens foram preliminares, ainda sem grandes avanços. Até o momento, o jogador não tem definição sobre o seu futuro em 2021.

Uma coisa certa é que, para ficar no futebol brasileiro, o atacante terá que reduzir seu salário. No Spartak, ele recebe R$ 1 milhão por mês. Ou seja, o valor é inviável para qualquer equipe da Série A do Brasileirão. No Flamengo, só para exemplificar, o ‘pacote’ Pedro Rocha custava R$ 600 mil a cada 30 dias.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

O Corinthians, que sonhou com o jogador no começo do ano, não o procurou nos últimos dias. E sequer monitora a situação. O novo presidente alvinegro, Duílio Monteiro Alves, nem cogita fazer uma proposta. Afinal, as principais lideranças do elenco como Cássio e Fagner são os maiores salários da folha corintiana.

LEIA MAIS: 

Willian Arão no Benfica? O que sabemos sobre o interesse do clube português no meia, agora desejado por Jorge Jesus 

Presidente do Santos garante que não aceita negociar Lucas Veríssimo com Benfica nesta temporada 

Internacional se acerta com o Porto e encaminha renovação com Renzo Saravia; saiba os detalhes! 

Luto: As celebridades do esporte que nos deixaram em 2020