Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Brasileirão: Times próximos ao Z4 são os menos objetivos da competição; entenda

Equipes da parte de baixo da tabela demoram mais a chegarem ao gol

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Divulgação CBF

Por terem um ataque pior e menos organização, os times do Z4 ou próximos a ele são os menos objetivos do Brasileirão. Segundo lista do SofaScore, Athletico Paranaense, Coritiba, Sport e Botafogo, todos na briga contra o rebaixamento, são os times que mais dão toques na bola em média para marcarem um gol no adversário.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Em contrapartida, São Paulo, Santos, Ceará, Palmeiras e Flamengo, todos na parte de cima da tabela, são os mais objetivos, ou seja, os que em média dão menos toques na bola até chegarem marcarem no adversário.

Veja em média quantos toques na bola os times do Brasileirão dão até chegarem ao gol adversário:

Athletico Paranaense – 824 toques em média até chegar ao gol
Coritiba – 759 toques em média até chegar ao gol
Sport – 656 toques em média até chegar ao gol
Botafogo – 626 toques em média até chegar ao gol
Fortaleza – 617 toques em média até chegar ao gol
Corinthians – 615 toques em média até chegar ao gol
Atlético-GO – 608 toques em média até chegar ao gol
Vasco da Gama – 570 toques em média até chegar ao gol
Goiás – 566 toques em média até chegar ao gol
Grêmio – 527 toques em média até chegar ao gol
Bahia – 511 toques em média até chegar ao gol
Fluminense – 480 toques em média até chegar ao gol
Red Bull Bragantino – 477 toques em média até chegar ao gol
Atlético-MG – 445 toques em média até chegar ao gol
Internacional – 441 toques em média até chegar ao gol
Flamengo – 421 toques em média até chegar ao gol
Palmeiras – 418 toques em média até chegar ao gol
Ceará – 416 toques em média até chegar ao gol
Santos – 415 toques em média até chegar ao gol
São Paulo – 408 toques em média até chegar ao gol

Leia mais:
De fuga e insegurança a destaque e titularidade: como Patrick de Paula saiu de comunidade no RJ para se tornar peça-chave no Palmeiras

As melhores notícias de esportes, direto para você