UFC 256: Em luta disputada, Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno empatam

Resultado raro em lutas por título mantém brasileiro com título dos moscas do Ultimate; país teve noite de altos e baixos em último pay-per-view de 2020

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Facebook UFC Brasil

O UFC 256 movimentou a noite de sábado em Las Vegas (EUA). Com muitos brasileiros no octógono, a luta principal envolveu Deiveson Figueiredo defendendo o cinturão dos moscas diante de Brandon Moreno.

O main event da noite foi extremamente acirrado, com os dois lutadores alternando momentos dominantes durante os cinco rounds da luta. O resultado acabou sendo algo inusitado em lutas que valem título: empate majoritário. Sem um vencedor claramente definido durante a luta inteira, o ‘Deus da Guerra’ segue dono da divisão dos moscas do Ultimate.

Se Deiveson não fez uma performance que lhe desse claramente a vitória na visão dos juízes, Charles do Bronx provou que tem grandes chances de ser o próximo desafiante ao cinturão. O peso-leve não tomou conhecimento algum de Tony Ferguson na co-luta principal, dominou a luta tanto em pé como (e especialmente no solo) para vencer o duelo e segue sua sequência de vitórias.

A noite do UFC 256 foi, claramente, de altos e baixos para os brasileiros. Mackenzie Dern derrotou a compatriota Virna Jandiroba também em decisão dos juízes para amealhar mais um triunfo. Mas para outros três representantes do país, o duelo foi bastante doloroso.

Ronaldo Jacaré foi nocauteado por Kevin Holland quando estava por cima do americano enquanto ambos brigavam no solo. Já Junior Cigano também foi batido pela via rápida por Ciryl Gane e Renato Moicano caiu diante de Rafael Fiziev.

Resultados UFC 256 – Figueiredo x Moreno

Card Principal

Deiveson Figueiredo (BRA) e Brandon Moreno (MEX) empataram em decisão majoritária dos juízes (48-47 e duplo 47-47) – Deiveson mantém o cinturão dos moscas

Charles do Bronx (BRA) venceu Tony Ferguson (EUA) por decisão unânime dos juízes (triplo 30-26)

Mackenzie Dern (BRA) venceu Virna Jandiroba (BRA) por decisão unânime dos juízes (triplo 29-28)

Kevin Holland (EUA) venceu Ronaldo Jacaré (BRA) por nocaute (primeiro round, 1:45)

Ciryl Gane (FRA) venceu Junior Cigano (BRA) por nocaute técnico (segundo round, 2:34)

Card Preliminar

Cub Swanson (EUA) venceu Daniel Pineda (EUA) por nocaute (segundo round, 1:52)

Rafael Fiziev (KGZ) venceu Renato Moicano (BRA) por nocaute (primeiro round, 4:05)

Gavin Tucker (CAN) venceu Billy Quarantillo (EUA) por decisão unânime dos juízes (triplo 30-27)

Tecia Torres (EUA) venceu Sam Hughes (EUA) por nocaute técnico (entre o primeiro e o segundo round)

Chase Hooper (EUA) venceu Peter Barrett (EUA) por finalização/chave de calcanhar (terceiro round, 3:02)

LEIA MAIS<

Bellator 254: Brasileira domina e se torna nova campeã dos moscas