Brenner, Gabriel Menino, Veron e mais: Brasileiros são incluídos em lista de jovens que podem brilhar em 2021

Jogadores brasileiros foram citados na relação que contou com 100 nomes

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Cesar Greco/Palmeiras

Após o início de 2021, o jornal “A Bola” finalizou a relação dos 100 jovens atletas para se ficar de olho no ano. Dessa forma, naturalmente, a relação do diário português contou com alguns brasileiros. Sendo assim, jogadores que ainda atuam no país, além de nomes que já estão na Europa foram incluídos no seleto grupo.

Portanto, Gabriel Menino, Gabriel Veron e Patrick de Paula, do Palmeiras, Brenner, do São Paulo, Bruno Praxedes, do Internacional, e Antony, do Ajax, foram alguns dos brasileiros que foram mencionados. Diante disso, a projeção é que os atletas citados consigam uma grande projeção e brilhar ainda mais em 2021.

Veja abaixo os brasileiros listados pelo jornal e uma breve descrição que foi feita.

GABRIEL MENINO (PALMEIRAS)

“Jogador muito versátil, cuja posição de origem é a de meia, mas que face à sua energia e inteligência posicional assume com facilidade o lugar de lateral-direito”

KAIO JORGE (SANTOS)

“Possui técnica fantástica, que lhe permite passar e FINALIZAR com grande qualidade, seja em bola corrida ou em faltas e escanteios”

GABRIEL VERON (PALMEIRAS)

“Aceleração fortíssima, fantástica capacidade de drible, muito bom controle de bola e qualidade na finalização”

TALLES MAGNO (VASCO)

“Excelente técnica individual para desenvolver um futebol mais associativo, mas características sobretudo apropriadas para equipas assentes em transição ofensiva”

YAN COUTO (GIRONA)

“Incansável, nunca abdica de atacar nem do compromisso defensivo, e torna-se muito perigoso, face à sua velocidade e controle de bola, em situações de contra-ataque”

ANTONY (AJAX)

“É focado e útil nos movimentos de pressão e, com o espaço que a liga holandesa oferece, os estragos nos adversários podem ser bastantes”

PATRICK DE PAULA (PALMEIRAS)

“Rápido, com bom drible e remate forte, destaca-se ainda pela qualidade de passe a várias distâncias, visão de jogo e chegada a zonas de finalização”

BRUNO PRAXEDES (INTERNACIONAL)

“Jogador criativo, com apetência para passes de rotura e para verticalizar rapidamente o jogo, com excelente controlo de bola e drible, que o tornam bastante forte no 1 x 1”

BRENNER (SÃO PAULO)

“Atacante versátil e ágil, capaz de rodar rapidamente com bola para atacar a baliza. Forte no drible e no controle, bom com ambos os pés, pode jogar também pelos lados”

JOÃO PEGLOW (INTERNACIONAL)

“Muito rápido, enérgico e móvel, com excelente primeiro toque, técnica geral e controle de bola, mesmo quando abusa de mudanças constantes de direção”

LEIA MAIS

Libertadores: Veja os 10 times brasileiros com mais vitórias fora do país