Documentário “D’Ale Para Sempre” mostra meia segurando o choro ao avisar o elenco que sairia: “Amem o Inter”

Os últimos dias de Andrés D’Alessandro com a camisa do Inter virou tema de documentário já divulgado

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Reprodução/YouTube

Antes mesmo da vitória de 1×0 sobre o Goiás, no Beira-Rio, o Inter divulgou neste domingo o documentário “D’Ale Para Sempre”, que apresenta bastidores e os últimos momentos de Andrés D’Alessandro com a camisa colorada. Em 2021, ele defenderá o Nacional, do Uruguai.

Na filmagem, um dos momentos de maior emoção é quando D’Ale, segurando o choro, avisa os colegas no dia 23 de novembro que não continuaria no clube:

“Queria comunicar a vocês que não vou renovar o contrato depois de 31 de dezembro. Quero dizer que não é nada com alguém do grupo, com alguém da direção, com a mudança de treinador, nada. Se o treinador anterior ainda estivesse aqui, a decisão seria a mesma. Tenho que agradecer a vocês pelo respeito de sempre. Vocês tinham que me respeitar, como respeitar, assim como eu tinha que respeitar vocês. Amem esse clube, assim como eu amei. Esse é o meu legado”, declarou.

Outro trecho marcante é o pedido final de D’Ale para os jogadores “fecharem o vestiário”. Esta fala ocorreu depois da vitória sobre o Palmeiras, que foi o seu último jogo pelo colorado:

“Meu agradecimento a todos de coração. Obrigado. Fechem o vestiário. Não deixem entrar nenhum filho da p… e continuem trabalhando da mesma maneira. Temos que ser profissionais. E vocês podem chegar ao final cumprindo o objetivo. Briguem até o final, pois vocês podem e merecem”, disse.

Atleta do clube entre 2008 e 2020, com uma breve interrupção em 2016 para voltar ao River Plate, D’Alessandro deixou o Internacional com os seguintes números:

• 517 jogos

• 95 gols

• 113 assistências

• 13 títulos

Veja aqui o documentário D’Ale Para Sempre:

LEIA MAIS:

Jean Pyerre e Pepê cutucam jornalistas da RBS após classificação à final da Copa do Brasil: “Alguém não está feliz”

“Teve um cara que pegou uma mulher bonita…”: a curiosa explicação de Renato sobre posse de bola no futebol

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram