João Lima revela universidade dos Estados Unidos que jogará como Kicker, em 2021

Brasileiro recebeu diversas propostas de universidades americanas e optou por ir à Alderson Broaddus University, em West Virginia

Danilo Lacalle
Jornalista de formação, e atleta por opção. Especialista em esportes americanos e apaixonado por esportes radicais.

Crédito: Reprodução/@kickerjoaolima81

João Lima, brasileiro do Niterói que aos 16 anos se tornou Kicker e Punter nos Estados Unidos, declarou que jogará na Alderson Broaddus University, da Divisão 2 do College Football, que fica em Phillipi, West Virginia. O atleta, aos 18 anos, já acumulava 9 propostas de grandes universidades e sonha em chegar na National Football League, a NFL.

“A escolha foi um processo demorado e cansativo. Eram muitas coisas para levar em consideração e tomar a decisão certa que vai me acompanhar por vários anos e onde meu futuro estará em jogo.” – João Lima, Kicker brasileiro que jogará na Divisão 2 dos Estados Unidos.

João conta que visitou 7 universidades e que os fatores mais decisivo foram o acadêmico e onde ele terá mais chances de ir para a NFL. O jogador, que começou a praticar o futebol americano na praia de Icaraí, Niterói, com o Madureira Mamutes, acumulou bons resultados na última temporada e chamou a atenção dos norte-americanos.

Para estudar fora, João conseguiu uma bolsa de estudante-atleta completa. Apenas 5% do valor total o jogador terá que investir, isso porque existe uma taxa para estrangeiros que o governo estadunidense não cobre.

 

Expectativas do Kicker na Alderson Broaddus University

As expectativas, agora que está indo para uma universidade e que, em breve, terá chances mais reais de chegar à liga, são as melhores.

“Quero evoluir muito comparado ao High school. Penso muito que, em apenas 2 anos no High School, jogando como Kicker, consegui chegar onde estou agora. Mal posso imaginar como estarei após 4 anos de faculdade”, afirma João. “Treinarei muito para alcançar meus objetivos: ser o melhor Kicker de todas as D2 do Estados Unidos, quebrar os recordes da minha faculdade e da minha conferência”, completa.

Vida acadêmica do brasileiro nos Estados Unidos

Mesmo sabendo que existe a possibilidade de se profissionalizar como atleta, João também se preocupa com a parte acadêmica de sua formação. Fato que nem todos estudantes-atletas levam em conta, atualmente. “Cursarei biologia. Se, por algum motivo, não  conseguir chegar à NFL, gostaria de seguir o caminho mais próximo do esporte, como nutrição ou medicina”.

João Lima, que foi nomeado para o All-Valley Team, disse que sua família esteve presente e apoiou a decisão de escolha da universidade, que deve ter início em agosto de 2021.

“Sempre disseram que a decisão deveria ser totalmente minha e que estariam felizes onde quer que eu fosse.” – Afirma o brasileiro.

A universidade escolhida por João Lima já teve jogadores que conseguiram uma vaga na NFL. E o Kicker brasileiro busca ser o próximo da lista.