Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Juliana Veiga garante que Alê Oliveira não fez comentário machista citado em matéria

*Atualizada em 02/01/2021, às 13h14

Carlos Lemes Jr
Colaborador do Torcedores.com.Jornalista formado, desde 2012, e no Torcedores, desde 2015. Matérias exclusivas pelo site publicadas nos portais IG, MSN e UOL.

Crédito: Reprodução/Facebook

Juliana Veiga garante que comentarista da Turner não fez o comentário

Alê Oliveira não começa bem 2021. Segundo matéria do UOL, a ex-apresentadora da ESPN, Juliana Veiga, pede uma indenização contra o comentarista, hoje afastado do Esporte interativo, por comentário feito por ele, em 2016. Na época, ambos eram colegas na ESPN.

Segundo o processo, Alê teria dito que iria “homenagear” a colega que acabara de voltar das férias. O comentário feito no programa “Bate-Bola Debate” teria o verbo homenagear fazendo alusão ao ato de masturbação. Esse fato, segundo o despacho da 74ª Vara do Trabalho de São Paulo, fez Juliana passar por constrangimento, dentro da emissora.

Ainda de acordo com o UOL, o valor da indenização, pedida por Veiga, saltou de R$10 mil para 30 mil.

*”Primeiramente, não foi o Sr. Alexandre Oliveira que fez tal comentário e sim o outro nome citado (Nicola), mas não estou processando nenhum dos dois. Meu processo corre em sigilo.”, se limitou a dizer Veiga ao Torcedores.

O site também tentou entrar em contato com Alê Oliveira, mas não obteve retorno.

Comentarista está afastado por briga com ex-mulher na Justiça

No último mês de dezembro, veio a publico acusações de violência domestica contra Alê Oliveira. O processo é movido por Tereza dos Santos, ex-mulher do profissional. Todo esse imbróglio fez a Turner, dona do Esporte Interativo, afastar Oliveira por tempo indeterminado de suas transmissões.

LEIA MAIS

SporTV e Premiere transmitem 8 jogos AO VIVO no primeiro fim de semana de 2021; saiba quais