Justiça valida acordo extrajudicial de quase R$ 82 mil entre Paysandu e filho de Hélio dos Anjos

Clube alviceleste fez acordo com o auxiliar-técnico Guilherme dos Anjos. Profissional trabalhou o Paysandu por mais de um ano

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 27 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Jorge Luiz/Paysandu

O Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT8) aprovou, na terça-feira (26), um acordo extrajudicial feito entre Paysandu e Guilherme dos Anjos, auxiliar-técnico e filho do treinador Hélio dos Anjos. Conforme o documento publicado pelo órgão judiciário, o clube alviceleste terá que pagar R$ 81.800,00 ao profissional. O valor está dividido em 13 parcelas, sendo 12 de R$ 6.400,00 e a última no valor de R$ 5.000,00.

Responsável por mediar o litígio trabalhista, o juiz titular da 11ª vara do trabalho de Belém, Océlio de Jesus Carneiro Morais, concordou que a primeira parcela seja paga em até cinco dias úteis. Ou seja, até a próxima terça-feira (dia 2 de fevereiro).

As demais parcelas estão previstas para ser pagas até o dia 26 de cada mês, exceto junho, setembro e dezembro de 2021. Isso porque o dia 26 destes meses caem num sábado ou domingo.

Torcedor leitor tem descontos exclusivos no Clude!

Trajetória do profissional no Paysandu

Guilherme dos Anjos trabalhou no Paysandu por mais de um ano. Ele chegou ao clube alviceleste em maio de 2019 e saiu em setembro de 2020, depois do pai e treinador, Hélio dos Anjos, pedir demissão.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Nesse período, o auxiliar-técnico foi campeão estadual em 2020, vice-campeão na Copa Verde 2019 e quase conquistou o acesso à Série B, depois de um polêmico jogo contra o Náutico.

Guilherme dos Anjos (à esquerda) é auxiliar e filho do treinador Hélio dos Anjos (à direita); dupla foi campeã estadual em 2020 - imagem: Jorge Luiz/Paysandu

Guilherme dos Anjos (à esquerda) é auxiliar e filho do treinador Hélio dos Anjos (à direita); dupla foi campeã estadual em 2020 – imagem: Jorge Luiz/Paysandu

Guilherme defendeu o Papão em 44 jogos. O retrospecto é de 19 vitórias, 19 empates e seis derrotas.

Leia a sentença publicada pelo TRT8:

“NOS AUTOS do HTE 0000648-02.2020.5.08.0011, ATENDIDOS AOS REQUISITOS DO CAPÍTULO III-A, da CLT,
relativos à homologação do acordo extrajudicial, DECIDO HOMOLOGAR o acordo extrajudicial, conforme as cláusulas supra, para que produza os efeitos do artigo 831, parágrafo único da CLT.

Intimem-se as partes e a PGF/INSS para os devidos fins. Cumprido integralmente o objeto do acordo, arquivem-se os autos em definitivo, com o registro da baixa no sistema E. Gestão”.