Após palestra no Santos, Zé Roberto lembra profecia e comemora classificação do Palmeiras à final da Libertadores

Zé Roberto foi um dos pilares do projeto de reformulação do Palmeiras em 2015, e ajudou a convencer Dudu a fechar com o clube, apesar das propostas dos rivais São Paulo e Corinthians

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Crédito da foto: Cesar greco/Ag. Palmeiras

O ex-jogador Zé Roberto, que encerrou a carreira com a camisa do Palmeiras, comemorou a classificação do time à final da Copa Libertadores ao superar River Plate na semifinal com um placar agregado de 3 a 2. Capitão do título da Copa do Brasil de 2015 e um dos símbolos da reconstrução do clube, Zé relembrou a frase que ficou marcada durante sua passagem pela equipe.

“E a profecia laaa de trás vem se cumprindo. . . Mais uma final! O Palmeiras não é grande, o Palmeiras é GIGANTE”, escreveu Zé Roberto, em alusão a preleção que fez antes da estreia do Verdão na temporada de 2015.

Curiosamente, recentemente o ex-jogador se envolveu em uma polêmica relacionada ao Santos, outro finalista da Libertadores 2020 e um dos maiores rivais do Verdão. A convite de Cuca, com quem trabalhou no próprio clube do Palmeiras em 2016 e 2017, conquistando o título do Brasileirão, Zé Roberto palestrou para o elenco Alvinegro antes do confronto contra o Grêmio nas quartas de final.

Zé Roberto chegou a ser criticado por alguns torcedores do Palmeiras, e em um dos ataques respondeu: “Quem me convidou para ir falar para os atletas foi o Santos e não o Palmeiras. Ser ídolo nunca foi minha pretensão. Agora, ter dado o meu melhor, isso você não vai poder tirar de mim. Minha homenagem para o Palmeiras foi minha entrega em campo. Quem me convidou para falar com os atletas foi o Santos e não o Palmeiras”.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes