Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Jon Jones elogia Amanda Nunes e faz provocação a desafetos no Twitter

‘Bones’ usa lista de vitórias em lutas por cinturão para provocar Khabib Nurmagomedov e Israel Adesanya

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução/Facebook Oficial UFC

Jon Jones nunca escapa de polêmica quando provoca seus desafetos nas redes sociais. E, desta vez, a ‘mira’ de Bones se voltou contra dois lutadores que viraram seus ‘rivais’: o russo Khabib Nurmagomedov e o nigeriano Israel Adesanya.

No Twitter, ‘Bones’ postou uma lista dos lutadores que mais venceram lutas válidas por cinturão, lista esta encabeçada pelo próprio com 14 vitórias em lutas deste tipo e nenhuma derrota. E, claro, disparou contra os críticos.

“Se você considera o seu lutador favorito o melhor de todos e ele não está nesta lista, pode se estapear. Tenham todos uma boa semana”, provocou Jones.

Apesar da provocação não ter sido endereçada diretamente, rapidamente os seguidores enxergaram uma provocação a Khabib. O russo ‘briga’ com Jon Jones pelo posto de líder do chamado ranking peso-por-peso (que engloba todas as categorias do UFC no geral) e também disputam a preferência das listas do que seria o maior lutador de toda a história do MMA, com muitos colocando o campeão dos leves à frente de Jones.

Já Adesanya tem se tornado uma ‘pedra no sapato’ de Jones nos últimos tempos, com troca acirrada de provocações nas redes sociais e até ambos se desafiando. Com ‘Bones’ subindo para o peso-pesado e Adesanya indo para enfrentar Jan Blachowicz pelo cinturão dos meio-pesados, tal luta poderá ficar apenas no papel.

Elogios a Amanda Nunes

Mas as declarações de Jon Jones nas redes sociais não foram apenas para provocar. Ao ser perguntado sobre o status da brasileira Amanda Nunes, campeã dos galos e dos penas, o ex-dono do cinturão meio-pesado afirmou que ela está ‘em segundo’ na lista dos melhores. Obviamente atrás dele mesmo.

“Ela está em segundo, no meio do caminho até lá. Amanda é uma mulher má”, disse Jones.

LEIA MAIS

Overeem revela ter lutado de nariz quebrado em derrota para Volkov

As melhores notícias de esportes, direto para você