Jornal argentino avalia participação do Palmeiras no Mundial: “Papelão histórico”

Palmeiras perdeu nos pênaltis para o Al Ahly e ficou apenas em quarto lugar no torneio

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Cesar Greco/Palmeiras

A participação do Palmeiras no Mundial foi alvo de críticas por parte do jornal “Olé”. Dessa forma, o maior diário esportivo argentino classificou a presença do Verdão no torneio como um “papelão histórico”. Isso porque além da quarta posição, o time de Abel Ferreira não conseguiu marcar nenhum gol no tempo normal dos dois jogos que disputou.

Palmeiras fez um papelão histórico: perdeu nos pênaltis para o Al Ahly e ficou de fora do pódio na Copa do Mundo de Clubes. O campeão da Libertadores não marcou gols em seus dois jogos e errou três pênaltis no desempate decisivo (…) Assim, os comandados por Abel Ferreira assinaram o pior desempenho de um representante da Conmebol em toda a história da competição”, avaliou o jornal.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Pegando mais leve, a emissora “TyC Sports” afirmou que a participação do Palmeiras é para ser esquecida. Agora, o time de Abel Ferreira vai precisar juntar suas forças para a reta final da temporada.

“O time egípcio venceu o Palmeiras nos pênaltis e subiu ao pódio do torneio. Participação para ser esquecida para a equipe brasileira”, analisou o veículo.

REPERCUSSÃO FORA DO BRASIL

O jornal “A Bola”, um dos principais de Portugal, também deu ênfase a péssima participação do Palmeiras no Mundial. Diante disso, o fato negativo envolvendo clubes da Conmebol foi lembrado pelo jornal português.

“O Al Ahly repete assim o terceiro lugar obtido em 2006, então sob o comando do também português Manuel José, enquanto o Palmeiras regista a pior classificação de sempre de um clube da Conmebol num Mundial de Clubes”, afirmou o diário.

LEIA MAIS