Lucas Braga diz que torceu pelo empate em Itaquera, mas ressalva que o Santos “precisa fazer sua parte”

Atacante entende que sequência de três partidas seguidas em casa será determinante para classificação à Libertadores

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Ivan Storti/ Santos FC

O Santos não vence há cinco rodadas no Campeonato Brasileiro, sendo três derrotas (Fortaleza, Goiás e Atlético-MG) e dois empates (Grêmio e Atlético-GO).

Com a perda do título da Copa Libertadores diante do Palmeiras (o sexto jogo sem triunfo), os resultados negativos na competição nacional afastaram o Peixe do objetivo que restou na temporada que é voltar a disputar o torneio sul-americano em 2021.

A equipe do técnico Cuca tem ainda quatro jogos pela frente, dos quais três consecutivos na Vila Belmiro e, com o empate em 3 x 3 no duelo entre Corinthians e Athletico Paranaense, realizado na quarta (10) pela 35º rodada, os torcedores santistas passaram “a sonhar mais alto” com o G7.

No próximo sábado (13), o Santos abre a série dentro de casa contra o Coritiba, às 19h00, pela 36ª rodada. E uma vitória é fundamental para “começar com o pé direito”, segundo o atacante Lucas Braga.

“Eu procuro acompanhar bastante futebol quando nós temos um tempo livre. Estava acompanhando esse jogo sim (Corinthians x Athletico), principalmente quando estava 3 x 2, e torci pelo empate. Foi o resultado que nos ajuda um pouco para a sequência do campeonato. Mas isso não vai adiantar de nada se nós não fizermos nossa parte contra o Coritiba. Precisamos dessa vitória para seguir inteiros na luta pela vaga na Libertadores”, disse o jogador de 24 anos.

O atacante Lucas Braga durante treinamento no CT Rei Pelé (Foto: Ivan Storti/ Reprodução/ Flickr oficial do Santos FC)

O atacante Lucas Braga durante treinamento no CT Rei Pelé (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

No entanto, a missão não será nada fácil, já que o adversário também busca o resultado positivo para seguir na briga contra o descenso. Se for derrotado no sábado (13), o Coxa estará matematicamente rebaixado para a Série B.

“Os objetivos são diferentes, mas as duas equipes vão dar a vida em campo. Então a gente já calcula que será um jogo bem difícil, pois eles também vão partir para cima. Temos uma sequência três jogos em casa e precisamos começar com o pé direito para ir em busca dessa classificação”, diz Lucas Braga.

O Santos ocupa o 11º lugar na tabela somando os mesmos 47 pontos do Athletico Paranaense, porém com um jogo a menos. O Corinthians é o oitavo colocado com 49 pontos, quatro abaixo do Palmeiras, que fecha o G7, o grupo de acesso para a Libertadores.

Depois de enfrentar o Coritiba, o Peixe joga o confronto direto contra o Corinthians e, na sequência, recebe o Fluminense, ambos na Vila Belmiro, para depois visitar o Bahia, em Salvador, pela última rodada do Brasileirão.

LEIA MAIS

“A gente vai brigar até o final pelo título”, diz Luciano após empate do São Paulo com o Ceará

Para Autuori, “desequilíbrio defensivo” tirou vitória do Athletico sobre o Corinthians