Após derrota para o Botafogo, comentarista detona São Paulo: “É um time em que falta caráter”

Menon fez duras críticas após mais um tropeço e diz que a maioria dos jogadores “não merece vestir a camisa do São Paulo”

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Vítor Silva/ Botafogo F.R.

Na noite de segunda (22), o Botafogo superou o São Paulo pelo placar de 1 x 0, em partida realizada no estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Rio de Janeiro, que encerrou a 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. O gol dos donos da casa foi marcado pelo atacante Matheus Babi.

Último colocado e já rebaixado matematicamente para a Série B desde a 34ª rodada, o time carioca não vencia havia quase cinco meses, desde outubro do ano passado. O jogo teve ainda a expulsão do lateral são-paulino Reinaldo e um pênalti desperdiçado pelo atacante Luciano.

Com o resultado, o Tricolor ocupa o quarto lugar na tabela com 63 pontos e ainda não garantiu vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores da América, podendo ser ultrapassado na rodada final pelo Fluminense, que se encontra na quinta posição com dois pontos a menos.

Leitor torcedor cuida da saúde pagando pouco!

“É um time em que falta caráter, sem fibra, sem nada. O Botafogo atuou com reservas, com garoto de 16 anos. Era para o São Paulo entrar pressionando, mas era aquela bola de um lado para o outro, indolente, indecente. É um time de fracassados, de gente que entra em campo sem saber o que precisa fazer”, criticou o comentarista e blogueiro Menon durante o programa “Fim de Papo”, em live pós-rodada do portal “UOL Esporte”.

Botafogo 1 x 0 São Paulo, pela 37ª rodada do Brasileirão (Foto: Vitor Silva/ Reprodução/ Flickr oficial do Botafogo F.R.)

Botafogo 1 x 0 São Paulo, pela 37ª rodada do Brasileirão 2020 (Foto: Vitor Silva/ Botafogo F.R.)

“Esses jogadores não merecem jogar uma Libertadores. É a maior competição da América, que todo jogador deveria lutar para estar dentro dela. A maioria não merece nem vestir a camisa do São Paulo”, completou Menon.

Em sua coluna no “UOL Esporte”, Menon também comparou os significados da palavra “caráter” em espanhol e português e disse que, nesta questão, os jogadores do São Paulo são “poliglotas”.

“A palavra caráter tem significados diferentes em espanhol e português. Em espanhol, tem a ver com fibra, força mental e determinação. Em português, tem a ver com falta de moral, com fraqueza ética. Quando o assunto é caráter, os jogadores do São Paulo são poliglotas. Não têm fibra. Não têm ética. Não se empenham em campo. Não respeitam a profissão, não respeitam a torcida e não respeitam a instituição”, escreveu o comentarista.

O São Paulo volta a campo na próxima quinta (25), às 21h30, contra o Flamengo no estádio do Morumbi, pela última rodada do Brasileirão. Se vencer, o Rubro-Negro será campeão brasileiro pela segunda temporada consecutiva.

LEIA TAMBÉM

Com Weverton e Marinho, site divulga seleção do Brasileirão 2020; São Paulo fica sem representantes

Colorado milionário admite “falta de ética” e desiste de dar dinheiro ao São Paulo: “Não precisam de incentivo”