Torcedores – Notícias Esportivas

Com ‘pacote’ financeiro inviável, Diego Cavalieri pode trocar o Botafogo por clube da MLS

Diego Cavalieri tem contrato com o Botafogo até dezembro de 2021

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Crédito: Vitor Silva/ Botafogo

Em um time que fez o torcedor alvinegro sofrer do início ao fim no último Campeonato Brasileiro, Diego Cavalieri foi um dos poucos jogadores que se salvaram em 2020. O goleiro tem contrato com o clube da Estrela Solitária até dezembro de 2021.

Contudo, o ‘pacote’ financeiro para mantê-lo por mais uma temporada é inviável, em virtude dos valores que envolvem o contrato do experiente arqueiro. No ano passado, só para exemplificar, ele foi um dos que aceitou o realinhamento salarial do Botafogo.

O Torcedores.com apurou que Diego Cavalieri tem salário acima da realidade financeira do Botafogo para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. De acordo com fontes ligadas ao departamento de futebol alvinegro, o goleiro recebe R$ 230 mil por mês.

Entretanto, a situação de Diego Cavalieri terá de ser novamente discutida, em função da permanência de receitas reduzidas do Botafogo. Por isso, uma possível saída do goleiro é vista com bons olhos pelos dirigentes.

Diego Cavalieri foi sondado pelo San Jose Earthquakes, dos Estados Unidos. Por ora, o clube, que disputa a Major League Soccer (MLS), ainda não formalizou proposta oficial pelo atleta de 38 anos. Além disso, ele tem visto americano, o que é um facilitador para uma transferência.

Diego Cavalieri não tem previsão de retorno aos gramados

Diego Cavalieri não atua pelo Botafogo desde o início de fevereiro. Ele sofreu uma lesão no tornozelo direito contra o Palmeiras no 2º turno do Brasileirão. De acordo com o preparador de goleiros, Flávio Tenius, o atleta está trabalhando para encurtar seu retorno aos gramados.

“Diego Cavalieri teve um trauma no jogo com o Palmeiras, dores, exames, está em conduta de recuperação. Não tenho como falar de prazo, mas está evoluindo e louco para voltar. É muito chato ficar no departamento médico, incomoda qualquer um”, revelou em entrevista à “Rádio Brasil”.

Além dos experientes Diego Cavalieri e Gatito Fernández, o técnico Marcelo Chamusca conta com Andrew, Diego Loureiro e Douglas Borges, recém-contratado junto ao Volta Redonda e novo titular da posição.

LEIA MAIS: 

Botafogo vende Caio Alexandre a clube da MLS e mantém parte dos direitos econômicos 

Botafogo tenta a contratação por empréstimo de revelação do Grêmio avaliado em R$ 340 milhões 

Athletico, Grêmio e São Paulo disputam contratação de Matheus Babi; Botafogo dificulta negociação