Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Athletico, Grêmio e São Paulo disputam contratação de Matheus Babi; Botafogo dificulta negociação

Matheus Babi tem contrato com o Botafogo até dezembro de 2021

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Crédito: Vitor Silva/ Botafogo

Um dos destaques do Botafogo em 2020, Matheus Babi tem o futuro indefinido no clube. O atacante de 23 anos tem sondagens do Athletico Paranaense, Grêmio e São Paulo, e espera pela proposta para compra dos direitos econômicos.

Matheus Babi tem contrato com o Botafogo até dezembro de 2021. O Torcedores.com apurou que o tema, portanto, é conduzido pelo Serra Macaense, clube do interior do Rio de Janeiro, com o qual o jogador alvinegro tem vínculo até fevereiro de 2023.

A reportagem confirmou com fontes ligadas ao jogador que nenhuma oferta foi oficializada ao Botafogo. No entanto, o clube da Estrela Solitária está contando com a venda de Matheus Babi para reforçar as finanças para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

Entretanto, o presidente do Botafogo, Durcesio Mello, descartou uma oferta do futebol europeu. No último mês, só para exemplificar, Matheus Babi foi procurado pelo Santa Clara, de Portugal. O acordo, inclusive, previa a compra dos direitos econômicos por 2,5 milhões de euros (R$ 17,2 milhões pela cotação atual).

O dirigente alvinegro considerou a cifra ‘muito abaixo’ do que deseja para o clube negociar sua ‘fatia’. Por outro lado, O empresário do jogador, Sandro Silva, ex-volante de Botafogo, Palmeiras e Vasco, tenta mediar um acordo que seja bom para os dois lados.

Matheus Babi está ‘fatiado’ em três pedaços

O Botafogo tem 40% dos direitos econômicos de Matheus Babi. O centroavante pertence ao Serra Macaense, dono de 30% do passe. Os outros 30% pertencem a um grupo de empresários. O jogador tem contrato com o Alvinegro até dezembro de 2021.

Os atuais 40% do Botafogo são considerados uma taxa de vitrine, ou seja, caso o Serra Macaense receba uma oferta, o clube da Estrela Solitária tem a preferência, cobrir, pagar e posteriormente, obter a parte que pertence ao time do interior do Rio de Janeiro.

Além disso, o acordo prevê a divisão do valor entre as partes caso Matheus Babi seja negociado nesse período. No Brasil, só para exemplificar, o atleta foi procurado recentemente por Atlético-MG e Internacional. Porém, os clubes não avançaram nas conversas com o Serra Macaense devido ao assédio de times da Arábia Saudita e Coreia do Sul.

Por outro, o Botafogo tenta convencer o atacante a ficar. A diretoria alvinegra argumenta que Matheus Babi teria mais visibilidade nesta temporada. O Serra Macaense, por sua vez, só admite conversar caso o Glorioso compre mais uma ‘fatia’ dos direitos econômicos.

Mesmo com contrato com o Botafogo, os representantes garantem que a joia não jogará a Série B do Campeonato Brasileiro. Afinal, há o entendimento de Matheus Babi ficará desvalorizado no mercado da bola. Enquanto isso, o jogador seguirá atuando com a camisa alvinegra no Campeonato Carioca e Copa do Brasil.

Matheus Babi no Botafogo

Matheus Babi chegou ao clube de General Severiano após ser o destaque do Macaé no Campeonato Carioca. Ao todo, o atacante marcou 15 gols em 47 jogos com a camisa alvinegra. Revelado pelo Leão do Norte Fluminense, o atacante acumula passagens por America-RJ e Grêmio.

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

LEIA MAIS: 

Botafogo libera zagueiro para viajar e acertar transferência para o Juventude; saiba os detalhes! 

Rádio: Botafogo recebe proposta e encaminha venda de Caio Alexandre para clube da MLS 

América-MG negocia com ex-atacante de Botafogo e Vasco livre no mercado 

Experiência em Série B, valorização da base, caos financeiro, Gatito e Babi: Jornalistas avaliam chegada do técnico Marcelo Chamusca no Botafogo 

Marcelo Chamusca: tática, times, títulos e mais da carreira do novo técnico do Botafogo