Home Futebol Experiência em Série B, valorização da base, caos financeiro, Gatito e Babi: Jornalistas avaliam chegada do técnico Marcelo Chamusca no Botafogo

Experiência em Série B, valorização da base, caos financeiro, Gatito e Babi: Jornalistas avaliam chegada do técnico Marcelo Chamusca no Botafogo

Marcelo Chamusca assinou contrato com o Botafogo até dezembro de 2022

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

O Botafogo vive um momento conturbado dentro e fora das quatro linhas após o rebaixamento da equipe para a Série B do Campeonato Brasileiro. O fraco desempenho na competição nacional fez a torcida alvinegra intensificar as cobranças para a temporada 2021.

PUBLICIDADE

Entre as manifestações, estão pedidos de reforço e a formação de um time competitivo capaz de regatar a dignidade alvinegra. Em meio ao cenário de pressão, a diretoria contratou o técnico Marcelo Chamusca, que tem histórico de subir com equipes no futebol brasileiro.

Aos 54 anos, ele chega com a missão de reconduzir o Botafogo à elite. Ao longo da carreira, o treinador velou o Salgueiro para a Série C em 2013, o Guarani para a Série B em 2016 e o Ceará para a Série A em 2017. O Torcedores.com conversou com jornalistas, que ajudaram a analisar o perfil do novo treinador alvinegro.

PUBLICIDADE

Apesar de ser considerado o ‘Rei do Acesso’, ele terá incontáveis adversários fora de campo. Afinal, terá de driblar o caos financeiro do clube, formar um time competitivo, valorizar os jogadores formados na base, usar Gatito Fernández como símbolo da reconstrução do clube e transformar Matheus Babi no grande nome do clube na Série B. Confira a opinião dos especialistas!

Camila Carelli | Rádio Globo

“Acredito que, principalmente, pelo fato de ter experiência na Série B e já ter conseguido acesso à primeira divisão com o Ceará e conduzido boa parte da campanha do Cuiabá fez com que o Botafogo contratasse o Marcelo Chamusca. Pelo cenário financeiro, o Botafogo tem pouca margem de erro, precisa fazer contratações certeiras para um time competitivo, dentro da sua nova realidade. Chamusca, além de conhecer a competição, conhece bem o mercado, jogadores que já disputaram a segunda divisão por outros clubes e podem ajudar o Alvinegro nesse momento”. 

Luan Faro | Rádio Brasil

“Acho que o Campeonato Carioca deve servir de laboratório e preparação para a Série B do Campeonato Brasileiro. Mas é preocupante situação financeira do clube e consequentemente a dificuldade na contratação de jogadores. O Botafogo não poderá errar na montagem do elenco, na minha opinião precisa mesclar jovens da base e jogadores experientes que sabem o caminho do acesso, justamente por ter uma concorrência nesse ano de dois gigantes do futebol brasileiro, Vasco e Cruzeiro”.

Luciano Paiva | Jornal O Dia

“Na verdade, os erros da temporada passada são consequências de outros diversos equívocos ao longo dos anos. O ponto mais importante, na minha opinião, é o clube parar de se pautar por redes sociais. Honda e Kalou vieram no embalo das hashtags da galera no Twitter. Amadorismo puro. Sobre contratações internacionais, acho que o clube tem que procurar montar um time para subir. Jogador de fora o Botafogo só deu uma tacada certeira até hoje: Seedorf. Dificilmente acertará tão em cheio outra vez”.

PUBLICIDADE

Ricardo Oliveira | Rádio 94 FM

“Acredito que nesse momento tudo depende mais da vontade do Gatito. Indiscutivelmente é um dos melhores goleiros da história recente do Botafogo e, se escolher abraçar o projeto de fazer o clube retornar à elite, tem totais condições de ser o líder do grupo. A realidade do Botafogo é outra e ele vai precisar se adaptar para permanecer, mas tenho certeza de que se tudo der certo ao final do ano e ele topar o projeto, vai melhorar ainda mais a relação que ele tem com a torcida”.

Thiago Martins | Rádio 101 FM

“O Botafogo testou a base no ataque titular nos últimos jogos do Brasileirão, mas os garotos não mostraram o poder de definição igual ao do Matheus Babi. Assim, creio que ele será fundamental na campanha do time na Série B do Campeonato Brasileiro, pois já está adaptado ao time e nessa competição bola área, especialidade dele, é relevante. O Marcelo Chamusca terá uma excelente opção aproveitá-lo como primeiro atacante, o falso 9 saindo da área para fazer o pivô”.

Thiago Veras | Rádio Tupi

“O técnico Marcelo Chamusca se mostrou bem interado com os problemas financeiros do Botafogo. A experiência dele na série B pode ser um fator fundamental para uma boa campanha na briga pelo acesso. Muitos garotos da base serão usados em 2021, até por isso o Botafogo quer contratar alguns jogadores mais experientes. O Matheus Nascimento já provou que pode ser uma grande revelação. Bem trabalhado ele tem tudo para dar retorno técnico e financeiro ao Botafogo”.

LEIA MAIS: 

Marcelo Moreno no Botafogo? Atacante é oferecido, mas alto salário impede possível negociação 

Grêmio tenta manter Luiz Fernando e busca acordo com o Botafogo; saiba mais! 

Marcelo Chamusca: tática, times, títulos e mais da carreira do novo técnico do Botafogo

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial