Comentarista critica pedido de desculpas de Gabigol e cobra ação efetiva do jogador: “Podia fazer campanha”

Gabigol flagrado em um Cassino clandestino com cerca de 200 pessoas

Jeferson Macedo
Colaborador do Torcedores.com.

Foto: Divulgação/ Flamengo

Em entrevista ao programa Fantástico, da Rede Globo, Gabigol voltou a pedir desculpas por estar em aglomeração durante a pandemia. O jogador estava em um cassino clandestino com cerca de 200 pessoas, segundo a policia.

“Faltou sensibilidade da minha parte. Era meu último dia de férias, e estava feliz de estar com meus amigos. Faltou sensibilidade. Mas usei máscara, álcool gel… Quando percebi que tinha um pouquinho mais de gente, estava indo embora”, disse.

Mas, para o comentarista Paulo César Vasconcellos, somente o pedido de desculpas não foi o suficiente e cobrou ações efetivas do jogador.

“Se o Gabigol quer mostrar que aprendeu, que se sente arrependido, ele podia começar amanhã a fazer campanha nas redes sociais dele, que tem um alcance imenso, pelo uso de máscara, pela higienização das mãos, pelo distanciamento social, pela vacina”, disse o comentarista.

Para Paulo César, só assim Gabigol estaria demonstrando empatia com os profissionais de saúde, que estão trabalhando na linha de frente para conter a pandemia.

“Aí sim ele vai mostrar que respeita os profissionais de saúde que estão sofrendo todos os dias na linha de frente, que hoje no Rio Grande do Sul levaram um “buzinaço” que mostra o sentimento que percorre esse país”, finalizou.

Mais sobre o autor: Twitter, Instagram

LEIA MAIS:

Flamengo deve negociar jogadores nesta temporada; veja quem pode sair

São Paulo está otimista por acerto com Nacional para ter Gabriel Neves

Grande clube brasileiro negocia a contratação de Douglas Costa e Higuaín, diz jornalista

Vasco sonda jogador do São Paulo e interesse do Tricolor em Benítez pode ajudar na negociação; entenda