Delegado diz que Gabigol foi “folgado” em cassino: “Culpou a polícia pela aglomeração”

Gabigol tentou fugir dos policiais, mas acabou sendo encontrado dentro do local

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Reprodução

Em entrevista ao programa “Brasil Urgente”, Osvaldo Nico Gonçalves, delegado responsável pelo caso envolvendo a descoberta de um cassino em São Paulo, deu mais detalhes sobre o caso. Dessa forma, ele revelou que Gabigol se negou, em um primeiro momento, a ser encaminhado para delegacia, e que culpou os policiais pela aglomeração.

“Ele é folgado. A polícia chegou lá e ele ficou escondido quase uma hora. Só depois constatamos que ele estava ali, embaixo de uma mesa, atrás de algumas moças, com um agasalho na cabeça. Depois ele começou a falar com os policiais que o culpado pela aglomeração eram os policiais, não quem estava jogando. Ele falou que não iria para delegacia. Eu disse  que ele iria na viatura como todos. Ele estava nervoso porque sabe que é formador de opinião e a molecada gosta dele e estava dando um mau exemplo”, declarou.

Diante disso, José Luiz Datena concordou com a opinião de delegado. Sendo assim, o apresentador criticou a versão de Gabigol, já que o atleta afirmou que estava jantando no cassino.

Se ele é formador de opinião que dê bons exemplos. Que não esteja em um lugar e depois minta que estava jantando às 3h da madrugada, escondido embaixo de jogo, com um jaleco que domina o jogo“, disse.

LEIA MAIS