Após demissão de Renato Gaúcho, Abel Ferreira lamenta cenário no Brasil: “Os treinadores são avaliados pelos resultados”

Abel Ferreira acredita que os técnicos precisam ser mais valorizados no país

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Cesar Greco - Palmeiras

Durante o prêmio “CONAFUT“, em que a comissão técnica do Palmeiras foi eleita a melhor de 2020, Abel Ferreira avaliou a forma como os treinadores são tratados no Brasil. Como Renato Gaúcho foi desligado recentemente do Grêmio, o comandante do Palmeiras utilizou o exemplo do colega para analisar o cenário no país, onde existe uma rotatividade muito grande de técnicos nos clubes.

“Infelizmente, os treinadores são avaliados pelos resultados. As pessoas não querem saber do tempo que você dedica, do seu trabalho, só querem resultado. Basta olhar o que o Grêmio fez (demissão do Renato Gaúcho). Qualquer clube do Brasil pode fazer isso. Nós, treinadores, estamos atentos ao que se passa em todo lado”

“É sempre bom ser julgado por pessoas competentes. Existem muitos que opinam sem ter conhecimento. É sempre bom ser julgado por quem percebe, quem sabe o trabalho que se faz. Muitas pessoas opinam sem ter conhecimento. Às vezes tomamos as decisões que não são as mais adequadas. Quem decide não pode agir com base nas emoções, o treinador tem um trabalho muito específico, escalar quem merece”, declarou.

Além disso, Abel Ferreira analisou os investimentos feitos em tempos de pandemia. Em sua visão, mesmo sem citar o caso do Palmeiras, que contratou apenas um atleta para a temporada, é necessário abrir os cofres para garantir recompensas no futuro.

“Sou responsável pelas vitórias, pelas derrotas e resultados… Sem resultados, não há resultados financeiros e sem investimentos não há resultados. Isso não é só futebol, as empresas que param de investir, param de crescer e as empresas que querem crescer, precisam investir. Isso é segredo de toda atividade comercial“, expressou.

LEIA MAIS