Amanda Nunes defenderá cinturão dos pesos-galos do UFC em agosto

Brasileira voltará a lutar na categoria pela primeira vez desde o final de 2019; adversária da ‘Leoa’ será Julianna Peña

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Facebook Oficial UFC Brasil

Depois de duas lutas no peso-pena, é hora de Amanda Nunes voltar a defender o cinturão que a tornou uma das campeãs mais dominantes do UFC. A brasileira enfrentará a americana Julianna Peña no dia 7 de agosto como uma das atrações do UFC 265.

A ESPN americana e o MMAFighting confirmaram a realização da luta, que também já tem o aval positivo de Dana White. Não há um anúncio 100% oficial, mas tudo parece se encaminhar para um acerto definitivo para o retorno da ‘Leoa’ à categoria.

Campeã dos galos desde 2016, quando venceu Miesha Tate em luta no UFC 200, Amanda se tornou a grande lutadora da divisão. Vitórias sobre Ronda Rousey, Holly Holm e Valentina Shevchenko, entre outras, solidificaram o domínio da ‘Leoa’ na divisão, e a colocando no patamar de um dos destaques do Ultimate na atualidade.

Desde o final de 2019, no entanto, a brasileira não luta na divisão, com seu último combate a vitória em cima de Germaine de Randamie. No último ano, Amanda Nunes vem se dedicando à categoria dos penas, tendo sucesso nas defesas do cinturão contra Felicia Spencer e Megan Anderson. Além de virar mãe, com o nascimento da filha Raegan.

Julianna Peña conseguiu a luta após vários desafios públicos à brasileira, que acabaram convencendo o Ultimate a lhe dar a chance do title shot. A última luta da ‘Venezuelan Vixen’ no Ultimate foi vencendo Sara McMann no UFC 257,  realizado em janeiro.

A lutadora chega para este combate sem encaixar uma sequência positiva. São duas vitórias alternadas com duas derrotas em suas últimas quatro lutas. No ranking do peso-galo, a americana ocupa o sexto lugar.

LEIA MAIS

Técnico de Amanda Nunes fala em ‘motivação extra’ após nascimento de filha

Conor McGregor se livra de acusação de suposta agressão sexual na França

(Crédito da foto : Divulgação/Facebook Oficial UFC Brasil)