Brasileira Luisa Stefani perde a final da WTA de Miami, mas faz história no tênis brasileiro

Neste domingo (4), Luisa Stefani e Hayley Carter foram derrotadas pela dupla japonesa Shuko Aoyama e Ena Shibahara, tornando-se a primeira dupla 100% asiática a vencer o WTA.

Mateus Claudino
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Facebook oficial da WTA

Neste domingo (4), a brasileira Luisa Stefani e sua parceira americana Hayley Carter disputaram a decisão do WTA 1000 de Miami, mas foram derrotadas. As campeãs do dia foram as japonesas Shuko Aoyama e Ena Shibahara com parciais 6/2 e 7/5. Dessa forma, a dupla é a primeira 100% asiática a conquistar o torneio. Além disso, a Ásia chega ao seu quarto título: Ai Sugiyama-JAP (2) e Xu Yifan-CHI.

Entretanto, mesmo com a derrota, Luisa Stefani conseguiu a 26ª colocação no ranking de duplas da WTA. Em suma, é a melhor colocação de uma tenista brasileira desde a criação do ranking.

Shuko Aoyama e Ena Shibahara vencem Luiza Stefani e Heyley Carter na final da WTA de Miami

Instagram Luisa Stefani

 

Disputa individual

Antes, a final do WTA 1000 individual foi realizada e teve como campeã a tenista Ashleigh Barty. Entretanto, a partida nem foi completada já que Bianca Andreescu sofreu uma lesão no segundo set. Anteriormente, a australiana Barty já havia vencido a primeira parcial por 6/3 e ganhava a segunda parcial por 4/0 quando a partida foi paralisa. Dessa forma, conquistou seu  segundo título.

História da WTA de Miami

Apesar de ser realizado em Miami, na Flórida, as duas primeiras edições (1985 e 1986) foram realizadas em Delray Beach e Boca Raton, ambas cidades também localizadas no estado da Flórida. Apenas em 1987 o torneio passou a ser realizado no local conhecido.

No Simples, a primeira campeã foi a americana Martina Navrátilová e tem como a maior campeã a também americana Serena Williams, com oito títulos em 10 finais. Já na disputa de duplas as maiores campeãs são: Jana Novotná/Helena Suková, Jana Novotná/Arantxa Sánchez Vicario, Martina Hingis/Jana Novotná e Lisa Raymond/Samantha Stosur, cada dupla com dois títulos. No total, Jana Novotná tem sete títulos, sendo assim a maior campeã.

Veja abaixo as campeãs por edição

WTA Simples

1985-Martina Navrátilová

1986-Chris Evert-Lloyd

1987 e 1988-Steffi Graf

1989-Gabriela Sabatini

1990 e 1991-Monica Seles

1992 e 1993-Arantxa Sánchez Vicario

1994 a 1996-Steffi Graf

1997-Martina Hingis

1998 e 1999-Venus Williams

2000-Martina Hingis

2001-Venus Williams

2002 a 2004-Serena Williams

2005-Kim Clijsters

2006-Svetlana Kuznetsova

2007 e 2008-Serena Williams

2009-Victoria Azarenka

2010-Kim Clijsters

2011-Victoria Azarenka

2012-Agnieszka Radwanska

2013 a 2015-Serena Williams

2016-Victoria Azarenka

2017-Johanna Konta

2018-Sloane Stephens

2019-Ashleigh Barty

2020-Suspenso por conta da pandemia de Covid-19

2021-Ashleigh Barty

WTA duplas

1985-Gigi Fernandez/Martina Navrátilová

1986-Pam Shriver/Helena Suková

1987-Martina Navrátilová/Pam Shriver

1988-Steffi Grafi/Gabriela Sabatini

1989 e 1990-Jana Novotná/Helena Suková

1991-Mary Joe Fernández/Zina Garrison-Jackson

1992-Arantxa Sánchez Vicario/Larisa Neiland

1993-Jana Novotná/Larisa Neiland

1994-Gigi Fernández/Natalia Zvereva

1995 e 1996-Jana Novotná/Arantxa Sánchez Vicario

1997-Arantxa Sánchez Vicario/Natasha Zvereva

1998 e 1999-Martina Hingis/Jana Novotná

2000-Julie Halard-Decugis/Ai Sugiyama

2001-Arantxa Sánchez Vicario/Nathalie Tauziat

2002-Lisa Raymond/Rennae Stubbs

2003-Liezel Huber/Magdalena Maleeva

2004-Nadia Petrova/Meghann Shaughnessy

2005-Svetlana Kuznetsova/Alicia Molik

2006 e 2007-Lisa Raymond/Samantha Stosur

2008-Katarina Srebotnik/Ai Sugiyama

2009-Svetlana Kuznetsova/Amélie Mauresmo

2010-Gisela Dulko/Flavia Pannetta

2011-Daniela Hantuchová/Agnieszka Radwanska

2012-Maria Kirilenko/Nadia Petrova

2013-Nadia Petrova/Katarina Srebotnik

2014-Martina Hingis/Sabine Lisicki

2015-Martina Hingis/Sania Mirza

2016-Bethanie Mattek-Sands/Lucie Safarová

2017-Gabriela Dabrowski/Xu Yifan

2018-Ashleigh Barty/Coco Vandeweghe

2019-Elise Mertens/Aryna Sabalenka

2020-Suspenso por conta da pandemia de Covid-19

2021-Shuko Aoyama/Ena Shibahara

LEIA MAIS:

WNBA: a incrível carreira de Tina Thompson, uma das maiores jogadoras de basquete