Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Dirigente do Vasco avalia situação de Alex Teixeira: “Está esperando surgir algo da Europa”

Meia formado no Vasco está livre no mercado e aguarda propostas do Velho Continente para definir seu futuro

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Após a apresentação de Rômulo, Alexandre Pássaro, diretor de futebol do Vasco, falou sobre possíveis reforços. Sendo assim, o nome de Alex Teixeira foi alvo de aprofundamento, já que o meia está livre no mercado e foi formado no Cruzmaltino. Caso deseje retornar ao clube carioca, o jogador pode entrar em contato diretamente com o dirigente, já que ambos possuem um contato próximo.

“Toda vez que você está em um clube, os nomes especulados são aqueles que tem uma memória afetiva. Eu conversei com o Kardec na semana passada e ele me disse que é apaixonado pelo Vasco. Lembrou que no início era vaiado no clube. O carinho acontece, às vezes, após a saída. Não é todo mundo para chegar e ser o capitão do time, e temos que estar ciente da realidade das coisas. Alex Teixeira está livre (no mercado) e tem o desejo de esperar, no meio do ano, surgir algo da Europa porque ele estava na China. Não é fácil por causa do tempo que ficou lá. O Alex é meu vizinho de porta, é atravessar a rua, literalmente. Um dia desses fui buscar meu cachorro que estava mordendo a bola de futevôlei dele”, declarou.

Além disso, Pássaro deixou claro que o Vasco não vai cometer loucuras na sequência de 2021. Com o clube na Série B, outros nomes foram citados, mas ele não cravou nenhuma aproximação.

“A gente se fala e ele sabe que qualquer interesse de voltar para casa dele, é só atravessar a rua. Mas não podemos criar expectativas e achar que podemos concorrer com o mercado europeu. Se em algum momento, ele tiver o interesse de vestir a camisa do Vasco, se couber dentro do projeto, vamos ter o maior desejo de realizar. O Dedé está recuperando de lesão, e portas abertas para ele usar nossa estrutura para isso. O Anderson Martins eu contratei no São Paulo. Trabalhei com ele, mas tem outras questões, e não é nosso foco buscar um zagueiro agora”, acrescentou.

LEIA MAIS