Enderson Moreira é demitido do Fortaleza após eliminação na Copa do Nordeste; diretoria avalia mercado

Diretoris busca treinador que se encaixe na realidade financeira do Fortaleza

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/ Fortaleza

Enderson Moreira não é mais técnico do Fortaleza. A demissão foi anunciada um dia após a eliminação do time na Copa do Nordeste, com derrota nos pênaltis para o Bahia por 4 a 2, após empate por 0 a 0 no tempo normal. Inicialmente o contrato iria até dezembro de 2021.

Além da derrota de ontem, pesou também o futebol praticado pelo Fortaleza na Copa do Brasil e no Campeonato Cearense. Afinal, o estilo de jogo da equipe foi bastante criticado. Afinal, a imprensa e a torcida ainda sentem falta de Rogério Ceni à frente do time.

O Tricolor de Aço anunciou Enderson Moreira no dia 7 de janeiro deste ano após comandar o Ceará, Cruzeiro e Goiás em 2020. Nesse ínterim, o time conseguiu se livrar do rebaixamento na Série A do Campeonato Brasileiro.

O desempenho geral de Enderson Moreira é de 12 vitórias, quatro empates e sete derrotas. Sob seu comando, a equipe marcou 25 gols, sofreu 23 e teve 57% de aproveitamento. Porém, os números não foram levados em consideração pela diretoria tricolor.

Enderson Moreira deixa o Fortaleza 34 dias antes da estreia do time no Brasileirão. A princípio, o novo treinador terá pelo menos um mês para formar um grupo competitivo. Afinal, fazer uma boa campanha na competição nacional é o maior objetivo do clube deste ano.

Diretoria avalia mercado

Antes de mais nada, o Fortaleza está no mercado em busca de um técnico para o lugar de Enderson Moreira. O Torcedores.com apurou que a diretoria não descarta profissionais experientes que estejam sem clube, mas a preferência é por um treinador que caiba no orçamento do Leão do Pici.

Abel Braga, Dorival Júnior, Luiz Felipe Scolari, Oswaldo de Oliveira e Vanderlei Luxemburgo, só para exemplificar, são bons nomes, mas o salário impede qualquer avanço. Para que haja uma negociação, eles terão de aceitar a realidade financeira tricolor.

Nas últimas horas alguns nomes foram colocados à mesa do presidente Marcelo Paz: Antônio Carlos Zago (ex-Kashima Antlers), Eduardo Barroca (ex-Botafogo), Fernando Diniz (ex-São Paulo), Jair Ventura (ex-Sport), Ramon Menezes (ex-Vasco) e Thiago Larghi (ex-Atlético-MG).

O próximo passo do dirigente tricolor é fazer entrevistas cotados para avaliar se o projeto e o valor pedido são compatíveis com o que o Fortaleza busca para a sequência da temporada.

LEIA MAIS: 

Rodrigo Muniz no Atlético-MG? O que sabemos sobre o interesse do clube no atacante do Flamengo 

‘SeleRemo’: Remo monta elenco com medalhões para a Série B do Brasileiro; veja a lista! 

Soteldo e mais um! Veja os famosos que já passaram por times do Canadá