Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Fluminense já contratou 6 medalhões para a Libertadores; veja quem chegou

Cazares chega como um dos principais jogadores do Fluminense para a disputa da Copa Libertadores da América

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Mailson Santana/Fluminense

O Fluminense voltará a disputar a Copa Libertadores da América nesta temporada. A equipe enfrentará o River Plate, da Argentina, na próxima quinta-feira (22), no estádio do Maracanã. Com jovens se destacando, o time agora terá jogadores mais experientes para a competição.

Comandado pelo treinador Roger Machado, a equipe das Laranjeiras conta com sete reforços já anunciados para a nova temporada. Dentre eles, seis são veteranos e mais experientes para a disputa da Libertadores pelo Fluminense neste ano. Rafael Ribeiro, de 25 anos, é o mais novo.

O mais comemorado foi o meia Juan Cazares, que estava no Corinthians e também passou pelo Atlético Mineiro. O jogador foi anunciado pelo Fluminense nesta temporada e já deve iniciar como titular no duelo contra o River Plate, sua ex-equipe.

Brasileirão já passa dos 110 reforços! Veja todas as contratações da Série A

Para o ataque, o Fluminense acertou com dois centroavantes estrangeiros. O primeiro foi Abel Hernandez, uruguaio que passou pela Premier League e jogou o Brasileirão pelo Internacional na última temporada. Neste sábado, o time anunciou a chegada de Raúl Bobadilla, artilheiro que estava no Guaraní, do Paraguai.

No lado defensivo, três jogadores brasileiros mais experientes. O primeiro foi volante Wellington, ex-São Paulo e Athletico Paranaense. Depois, o time acertou com uma dupla de zagueiros: Manoel, ex-Cruzeiro, Athletico e Corinthians, e David Braz, ex-Santos, Flamengo e Grêmio.

Além do River Plate, o Fluminense enfrentará o Independiente Santa Fé e o Junior Barranquilla, ambas equipes do futebol colombiano. O Grupo D da Copa Libertadores é considerado um dos mais difíceis desta edição da competição.