Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Melhores escolhas da 1° rodada do Draft da NFL nos últimos 3 anos

A primeira rodada do Draft da NFL é o principal lugar para os times escolherem jovens estrelas. Veja quais foram as melhores escolhas desde 2018

Lucas Vital
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/Twitter

Com o final da primeira rodada do Draft da NFL de 2021 ontem (29/04), o torcedor espera que seu time tenha selecionado o próximo grande talento da liga. E, apesar de alguns busts, muitas estrelas foram selecionadas desde 2018. Dessa forma, vamos relembrar as melhores escolhas do Draft dos últimos 3 anos:

10° Posição: WR – Justin Jefferson – Minnesota Vikings

Começando com uma escolha do Draft de 2020, o WR Justin Jefferson foi uma grata surpresa para o Minnesota Vikings. Os Vikings haviam perdido um dos seus principais recebedores no WR Stefon Diggs após uma troca com o Buffalo Bills. Contudo, Jefferson supriu essa carência de forma brilhante e se provou desde o primeiro jogo no nível profissional. Após uma temporada com 88 recepções para 1.400 jardas, o futuro de Justin Jefferson pode ser um dos mais brilhantes dentre os recebedores da NFL.

Embed from Getty Images

9° Posição: OT – Tristan Wirfs – Tampa Bay Buccaneers

E continuando com o Draft de 2020, o OT Tristan Wirfs de Iowa contribuiu muito para o Tampa Bay Buccaneers vencer o SuperBowl. Wirfs foi a 13° escolha do Draft de 2020 e apenas o 4° Offensive Tackle a ser escolhido. Entretanto, usou a oportunidade para mostrar seu valor protegendo o lado direito de Tom Brady na busca pelo SuperBowl. Na temporada 2020/21 Wirfs jogou todos os 16 jogos e cometeu apenas 4 faltas, dando tranquilidade para Brady vencer seu 7° SuperBowl.

Embed from Getty Images

8° Posição: EDGE – Chase Young – Washington Football Team

São raros os casos em que um jogador sai do College pronto para dominar na NFL, mas Chase Young é uma raridade em todos os aspectos. Young foi selecionado com a 2° escolha do Draft de 2020 e teve impacto desde o primeiro jogo. O EDGE produto de Ohio State era visto como um jogador completo saindo da NCAA e mostrou todo seu talento na temporada de 2020/21. Foram 7.5 sacks, 4 fumbles forçados, 3 fumbles recuperados e 1 Touchdown defensivo em 15 partidas jogadas pelo time da Capital. Além disso, foi selecionado para o Pro-Bowl e escolhido como Calouro defensivo do ano.

Embed from Getty Images

7° Posição: EDGE – Nick Bosa – San Francisco 49ers

Seguindo nos EDGEs que saíram de Ohio State, chegamos em Nick Bosa. Irmão do jogador do LA Chargers, Joey Bosa, Nick foi selecionado na 2° escolha geral do Draft de 2019 pelo San Francisco 49ers e foi uma presença dominante na linha defensiva do time e peça essencial no trajeto para o título da NFC. Infelizmente sofreu uma lesão em 2020 que o tirou da temporada. Entretanto, em 2019 acumulou 9 sacks, 2 fumbles recuperados, 1 fumble forçado, 1 interceptação, 16 tackles para perda de jardas além de ser considerado o Calouro defensivo do ano e Pro-Bowler.

Embed from Getty Images

6° Posição: S – Minkah Fitzpatrick – Miami Dolphins

O primeiro – e único – caso de um jogador que não está mais no time que o escolheu. Minkah Fitzpatrick foi escolhido pelo Miami Dolphins na 11° escolha do Draft de 2018 e trocado para o Pittsburgh Steelers em 2020, Fitzpatrick é o tipo de jogador que parece estar em todos os lugares da secundária ao mesmo tempo. Acumulou 7 interceptações, 1 ProBowl e 1 seleção para o All-Pro da NFL em suas duas temporadas com os Dolphins. Além disso, conseguiu mais 4 interceptações, 1 ProBowl e 1 All-Pro na sua única temporada com o Pittsburgh Steelers.

Embed from Getty Images

5° Posição: QB – Justin Herbert – Los Angeles Chargers

O Quarterback que vai salvar o futuro de sua franquia. Esse é o sonho de todos os times que selecionam um QB no Draft, e foi exatamente isso que os Chargers conseguiram com Justin Herbert. Durante o processo pré-Draft de 2020 foram levantadas questões sobre a capacidade de Herbert de liderar um time, o que o fez cair até a 6° escolha do Draft e ser apenas o 3° selecionado de sua posição. Herbert acabou indo para os Chargers, onde inesperadamente teve que começar o 2° jogo da temporada contra o então campeão do SuperBowl, Kansas City Chiefs e impressionou. Ao fim da temporada já havia acumulado 4336 jardas passadas, 31 Touchdowns passados, 5 touchdowns corridos, com 67% de passes completos e 98.3 de passer rating. Além disso, Herbert foi selecionado como calouro ofensivo do ano de 2020.

Embed from Getty Images

4° Posição: QB – Baker Mayfield – Cleveland Browns

Ter a primeira escolha geral do Draft é uma grande oportunidade de mudar os rumos de uma franquia. Foi exatamente isso que o Cleveland Browns conseguiu em 2018. No ano anterior, os Browns não venceram nenhuma partida e precisavam de uma luz para o futuro. Essa luz veio na forma do Quarterback produto de Oklahoma, Baker Mayfield. Em 3 anos na NFL, os Browns sob o comando de Mayfield passaram de 0-16, para uma aparição e vitória nos playoffs. No seu tempo na liga, Mayfield tem uma média de 3.705 jardas, 25 Touchdowns (total de 75) e 61.9% de passes completos por temporada.

Embed from Getty Images

3° Posição: QB – Josh Allen – Buffalo Bills

Uma das partes mais importantes após o processo do Draft é o desenvolvimento dos calouros, e o desenvolvimento de Josh Allen foi o que fez ele não se tornar um bust, mas sim um dos melhores Quarterbacks da NFL. A 7° escolha do Draft de 2018 era extremamente cru entrando na NFL e precisava de muito refino, mas a diretoria dos Bills manteve a fé nele e o investimento pagou um grande retorno. Em 2020, Allen era seriamente considerado na corrida pelo MVP da temporada regular, foi selecionado para o ProBowl e All-Pro. Estatisticamente, a evolução de Allen também é nítida, tendo melhorado em porcentagem de passes completos, jardas passadas e Touchdowns passados.

Embed from Getty Images

2° Posição: OG – Quenton Nelson – Indianapolis Colts

A ideia de qualquer escolha do 1° round é achar um talento que seja um dos melhores em sua posição. Contudo, em 2018 os Colts foram além e acharam um dos melhores jogadores da NFL em Quenton Nelson. A 6° escolha do Draft de 2018 tem sido um dos melhores da sua posição desde seu primeiro snap na liga. Além disso, é considerado por muitos um dos melhores jogadores da NFL em qualquer posição. Sua dominância nos gramados foi reconhecida com ele sendo selecionado para o ProBowl e All-Pro em todas as suas 3 temporadas na liga.

Embed from Getty Images

1° Posição: QB – Lamar Jackson – Baltimore Ravens

A 32° escolha geral. Foi até esse ponto que o QB Lamar Jackson, de Louisville caiu no Draft de 2018. O maior motivo era que Lamar não era um jogador tão refinado passando a bola, dando preferência a ganhos com corridas. Contudo, na última escolha da primeira rodada de 2018, os Ravens deram a chance para Lamar. E ele não esperou nem um segundo para recompensar essa chance. Quando perguntado sobre o que os Ravens estariam conseguindo com ele, Lamar respondeu: “Vou dar tudo o que eu tenho. Eles vão conseguir um SuperBowl comigo, pode acreditar nisso”.

Até esse momento, o SuperBowl não veio na “Era-Lamar”. Entretanto, os torcedores do Baltimore Ravens conseguiram seu Quarterback do futuro naquela noite de Draft, além do futuro MVP. Em suas 3 temporadas na liga Lamar já é uma superestrela. Passou de 1.000 jardas corridas duas vezes (2019 e 2020), sendo honrado como MVP da liga em 2019, ano em que passou para 3127 jardas e 36 Touchdowns. Lamar no campo é quase imparável e revolucionou a forma como QBs são avaliados. A melhor escolha de Draft dos últimos 3 anos.

Embed from Getty Images