Top10: As maiores finais da história da Champions League

Na semana da grande final da Champions League 2020/2021, o Torcedores.com lista 10 grandes finais da história da competição; veja a lista!

Diego Lucio Castro de Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Twitter

No próximo sábado(29), Manchester City x Chelsea fazem a grande final da Champions League 2020/2021. E para ‘aquecer’ o jogão decisivo, o Torcedores.com faz uma série de matérias com jogos e acontecimentos históricos da maior competição de clubes do mundo.

Nesta terça(25), começamos com 10 grandes finais da história da Champions League. Consideramos principalmente o fator ‘emoção’, além é claro, do bom futebol jogado.

Top10: as melhores finais da história da Champions League

10 – Bayern de Munique 1(3)x(4)1 Chelsea (2012)

A final daquela Champions League foi em Munique, então o Bayern batalhou e muito para disputar aquela decisão em casa com seu estádio lotado. O adversário foi o Chelsea, que era uma zebra daquelas, pois havia passado a trancos e barrancos por seus adversários até aquela final. Mas o jogo foi equilibradíssimo, com o Bayern abrindo o placar apenas aos 83 minutos de jogo com Muller. Mas cinco minutos depois, Drogba empatou de cabeça, e levou o jogo à prorrogação. Deu tempo ainda de Robben perder um pênalti no tempo-extra, mas o destino queria mais do que apenas uma cobrança. Decisão nos pênaltis, e o Chelsea conquistou de maneira heroica sua primeira Champions League.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

9 – Borussia Dortmund 3×1 Juventus (1997)

A Juventus era muito favorita para a decisão de 97 contra o Borussia Dortmund, mas a equipe alemã abriu 2×0 ainda no 1º tempo. A Juve reagiu com o eterno Del Piero, mas Lars Ricken saiu do banco de reservas, e deu números finais à partida com um golaço de cobertura, dando o título ao Dortmund.

8 – Juventus 1×3 Barcelona (2015)

A geração ‘MSN’ (Messi, Suárez e Neymar), precisava ser coroada com uma conquista de Champions League, mas o jogo final não foi nada fácil. Uma Juventus forte tecnicamente e que não se entregou em nenhum momento. O Barça abriu o placar com Rakitic, levou o empate com Morata, e voltou a frente com gol de Suárez. O jogo ficou franco e a Juve pressionou demais a equipe espanhola. Mas no último segundo de partida, Neymar matou o jogo em um contra-ataque fulminante. Título para o Barça!

7 – Barcelona 2×1 Arsenal (2006)

Aquela geração do Arsenal parecia ter uma última chance de sair com o título da Champions League, e chegou até aquela final contra o Barcelona de um Ronaldinho Gaúcho no auge de sua forma física. Foi um jogaço de bola! Mas o herói foi o mais improvável possível. Belletti entrou no segundo tempo, e desempatou a partida dando o título à equipe espanhola.

6 – Real Madrid 2×1 Bayer Leverkusen (2002)

Mais um grande jogo, mas que chegou a esta posição do ranking, por dois fatores em específico. O primeiro foi o golaço de Zidane, quando a partida estava 1×1. O craque francês pegou um ‘sem-pulo’ fantástico e fez um dos gols mais bonitos da história da Champions League. O segundo foi a entrada do jovem Iker Cassilas durante a partida. O goleiro substituiu o titular Cesar, e fechou o gol naquela decisão.

5 – Real Madrid 4×1 Atlético de Madrid (2014)

A ‘La Décima’ veio de uma maneira que nem o torcedor mais fanático do Real Madrid poderia sonhar. A final era contra o arquirrival Atlético de Madrid, e os Colchoneros até abriram o placar com o Godin. Tudo dava a crer, que esta seria a primeira conquista do Atlético, até que Sérgio Ramos, aos incríveis 94 minutos, empatou a partida, e levou o jogo para a prorrogação. No tempo-extra, foi muito mais fácil. O Real fez mais três gols em meia hora, e finalizou aquela conquista fantástica com um 4×1 em seu maior rival.

4 – Milan 4×0 Barcelona (1994)

O Barcelona era muita favorito pois tinha grandes estrelas como Hristo Stoichkov, Ronald Koeman, Andoni Zubizarreta e o baixinho Romário. Mas o Milan comandado por Fábio Capello não tomou conhecimento de seu adversário e aplicou sonoros 4×0, em uma atuação de gala da equipe italiana.

3 – Real Madrid 7×3 Eintracht Frankfurt (1960)

Ainda no formato antigo da Champions League, o Real Madrid já mostrava sua superioridade tendo vencido as quatro primeiras edições, e ganharia a quinta com uma goleada de 7×3 em cima do Eintracht Frankfurt. Além do jogaço de 10 gols, destacam-se os autores dos gols madrilenhos. Foram 4 de Puskás e 3 de Di Stéfano. O Real estava mal de atacante, hein?!

2 – Manchester United 2×1 Bayern de Munique (1999)

Os outros oito jogos geram discussão quanto ao seu posicionamento nesta lista. Já estes dois primeiros, são incontestáveis! Nesta 2ª posição, temos a virada mais inexplicável da história da Champions League. O Bayern de Munique vencia por 1×0 até os 91 minutos de jogo, mas o Manchester United achou dois gols nos acréscimos, e levou o título de maneira épica.

1 – Liverpool 3(3)x(2)3 Milan (2005)

Acho que todos já sabiam quem encabeçaria esta lista. Em 2005, o forte time do Milan abriu 3×0 ainda no primeiro tempo na final daquela Champions contra o Liverpool. Acabou, certo? Não tinha como os Reds virarem aquela altura. Mas o time comandado por Gerrard tirou forças de onde não tinha, e empatou com 20 minutos de 2º tempo. Nos pênaltis, deu Liverpool, no que foi a maior final de Champions League de todos os tempos!

Siga o Torcedores no Instagram e no Twitter

VEJA TAMBÉM:
#ForaFelipeMelo: Torcedores do Palmeiras lançam campanha pedindo a saída do atleta

Mercado da Bola: Sem espaço no Inter, meia pode ser emprestado ao Santos