Top10: as maiores zebras da história da Champions League

Na semana da final da Champions League 2020/2021, o Torcedores.com lista 10 zebras memoráveis que surpreenderam na maior competição de clubes

Diego Lucio Castro de Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Porto

No próximo sábado(29), Manchester City x Chelsea fazem a grande final da Champions League 2020/2021. E para ‘aquecer’ o jogão decisivo, o Torcedores.com faz uma série de matérias com jogos e acontecimentos históricos da maior competição de clubes do mundo.

Nesta sexta(28), listaremos 10 times sem expectativas, que chegaram longe na Champions, e em alguns casos até ganhou a competição.

Top10: as maiores zebras da história da Champions League

Menções honrosas:

Schalke 04 – 2010/11: A equipe alemã bateu a atual campeã Inter de Milão, e chegou até às semis daquela edição.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Apoel – 2011/12: Não é todo dia que uma equipe do Chipre está na fase de Quartas de Final da Champions League, não é?!

Nottingham Forest – 1978/79

Em 1976/77, o Nottingham foi o 3º colocado da 2ª divisão da Inglaterra. Na temporada seguinte, ganhou o título da 1ª divisão. E um ano depois, se sagrou campeão da Champions League. Ascensão meteórica e marcante. Atualmente, o Nottingham está novamente divisão de acesso nacional.

Aston Villa – 1981/82

Venhamos e convenhamos que o time inglês não pegou nenhuma potência até a grande final, mas na decisão encarou um fortíssimo e favorito Bayern de Munique. E mesmo com o goleiro reserva que havia atuado uma vez apenas pelo clube, o Aston Villa venceu por 1×0 e se sagrou campeão daquela Champions League.

Steaua Bucareste – 1985/86

Um time romeno sem estrelas, com pouca experiência internacional e um título que era pouco provável. Mas o Steaua foi valente e conseguiu o título em cima do poderoso Barcelona.

Estrela Vermelha – 1990/91

A antiga Iugoslávia também nos deu uma daquelas zebras memoráveis. Na temporada 1990/91, o Estrela Vermelha venceu a final em cima do Olympique de Marselha, que por sua vez havia eliminado o todo poderoso Milan na fase anterior.

Borussia Dortmund – 1996/97

Apesar de ter vencido o campeonato alemão no ano anterior, o Borussia estava longe de ser o favorito daquela Champions. Mas dentro de campo, eliminou os fortíssimos Manchester United e Juventus para se sagrar campeão daquela temporada.

Bayer Leverkusen – 2001/02

Uma das zebras que mais eliminou ‘gente grande’ foi o Bayer Leverkusen na temporada 2001/02. Arsenal e Juventus ficaram pelo caminho na 1ª fase, além de Liverpool e Manchester United no mata-mata. Mas a final traria o poderoso Real Madrid de Zidane como adversário. Aí o time de Lúcio, Zé Roberto e Ballack, teve seu sonho adiado.

Mônaco – 2003/04

Didier Deschamps comandou um Mônaco surpreendente naquele ano de 2004. A equipe francesa passou pelos galáticos do Real Madrid e pelo poderoso Chelsea, até chegar à grande final da Champions League. Mas aí pintou o próximo integrante dessa lista de zebras, e o Mônaco acabou com o vice-campeonato.

Porto – 2003/04

A Champions League de 2003/04 trouxe literalmente a ‘final das zebras’. Se já não bastasse o já citado Mônaco de um lado, o Porto de José Mourinho também eliminou gigantes para chegar na grande decisão da competição. No jogo decisivo, melhor para os portugueses, com direito à gol de Carlos Alberto(aquele mesmo, que viria para o Corinthians da MSI no ano seguinte). O destaque daquele time era o luso-brasileiro Deco.

Villarreal – 2005/06

Olhar para trás e ver um time com Riquelme e Forlan, não parece uma surpresa tão grande. Mas aquele Villarreal não era favorito nem na Espanha, imagina numa competição europeia?! Pois o esquadrão amarelo passou por equipes como Inter de Milão e Manchester United, até ser eliminado pelo fortíssimo Arsenal na semifinal.

Chelsea 2011/12

Fechamos a lista de zebras com uma polêmica, pois o Chelsea já estava no cenário dos grandes times da Europa quando ganhou aquela Champions League. Mas se considerarmos que a maioria das estrelas já tinha saído, e que a equipe vinha de uma troca de técnico no meio do mata-mata, o título soava sim como improvável. E pra falar verdade, até a semi contra o Barcelona, todos davam o Chelsea como ‘morto’. Mas depois de dois jogos épicos, os Blues eliminaram o Barça e venceram a final contra o Bayern de Munique, em pleno Allianz Stadium. ÉPICO!

Siga o Torcedores no Instagram e no Twitter

VEJA TAMBÉM:
Top10: as maiores viradas da história da Champions League

Top10: Times históricos que não venceram a Champions League