Rogério Ceni fala sobre possível saída de Gerson e revela conversa curiosa com “substituto”

Treinador pediu, através dos jornalistas, para que Gerson fique no elenco. Apesar disso, conversas avançadas indicam saída do volante do Flamengo

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.

Crédito: Alexandre Vidal/Flamengo

Minutos após ser campeão carioca e levantar o quarto troféu pelo Flamengo, o técnico Rogério Ceni aproveitou a entrevista coletiva para pedir a permanência de Gerson. O volante negocia sua saída para o Olympique de Marseille, da França, e pode ter feito a sua última partida na equipe rubro-negra – apesar do comandante torcer para que fique.

Mercado da Bola: Veja 5 ex-jogadores da seleção que podem pintar no Brasileirão 2021

Diego dá bronca em Gabigol aos gritos após dois gols na final: “Para com essa p…”

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

“Eu converso com o Marcos (Braz) e o Bruno (Spindel) todos os dias. Pedir eu peço e peço mais uma vez agora, através de vocês (jornalistas). Gostaria muito de manter o Gerson. É uma questão que foge do controle do treinador. Não sou um treinador de clube europeu pedindo o Gerson, sou um treinador tentando manter um atleta que faz a diferença para mim”, disse em coletiva.

Na sequência, Rogério Ceni relembrou uma história com João Gomes. O volante é considerado o “substituto” de Gerson por parte da torcida enquanto Thiago Maia não se recupera de lesão. A promessa rubro-negra entrou no segundo tempo e acabou balançando as redes no primeiro toque na bola, com menos de 10 segundos em campo.

Tudo normal no Rio? Gabigol provoca rivais após título do Flamengo: “O melhor time do Brasil”

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

“Eu fiquei muito feliz, porque o João [Gomes] tem uma história curiosa. Quando cheguei aqui, seis ou sete meses, eu fui falar com o João, e ele ficou um pouco nervoso, deu uma ‘gaguejadinha’ pra mim e eu comecei a observar ele nos treinamentos e um dia ele veio falar comigo. Ele falou assim: ‘Eu queria te agradecer, porque antes eu me sentia só mais um. E hoje, eu me sinto especial'”, comentou Rogério Ceni.