Confira quais são as competições de futebol feminino nacional em 2022

Saiba mais sobre os campeonatos de futebol feminino que serão disputados em 2022

Luana Antunes
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto/Reprodução: Lucas Figueiredo/CBF

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) continua a fortalecer o futebol feminino. Na última segunda-feira (17) a entidade divulgou a nova divisão do Campeonato Brasileiro Feminino. Assim, o Brasileirão Feminino vai contar com três séries: A1, A2 e A3 e mais quatro campeonatos de futebol feminino a partir de 2022.

Dessa forma, o futebol feminino nacional vai apresentar mais campeonatos em 2022. No total, serão sete competições organizadas pela CBF, entre elas estão campeonatos de equipes principais e de base. Os torneio são Campeonato Brasileiro Feminino A1, A2 e A3,  SuperCopa do Brasil, Campeonato Brasileiro Sub-18, Campeonato Brasileiro Sub-16 e a Liga de Desenvolvimento Sub-16 e Sub-14, em parceria com a CONMEBOL.

 

Expansão da modalidade

Com a nova divisão estarão em campo mais 10 times, somando ao Campeonato Brasileiro Feminino como um todo 64 equipes. Antes, apenas com as séries A1 e A2, estavam na competição, respectivamente, 16 equipes e 36 equipes. A partir de 2022, a série A3 contará com 32 times, a A2 e a A1 com 16.

Além disso, a SuperCopa do Brasil também é novidade. A competição surgiu para que o calendário dos times femininos fique mais recheado e envolva mais equipes da maioria dos estados brasileiros possível. Segundo o planejamento da CBF, a primeira edição da SuperCopa será a abertura da temporada 2022.

A gestão de Aline Pellegrino na Coordenação das Competições Femininas na CBF traz cada vez mais campeonatos de futebol feminino e projetos de expansão. Com os novos investimentos, mais jogadoras estarão em campo, gerando novos mercados de trabalho. Isso, além de ajudar o futebol feminino taticamente também chama novos investidores para as equipes e, assim, fortalece a modalidade.

 

LEIA MAIS:

BRASILEIRÃO FEMININO: QUEM SÃO OS MAIORES CAMPEÕES DA HISTÓRIA?

CBF ANUNCIA CRIAÇÃO DA SÉRIE A3 DO BRASILEIRÃO FEMININO