Ex-alvo do Flamengo revela desejo de trabalhar fora da Europa: “Pode ser o momento”

Treinador português esteve na mira do Flamengo para substituir Jorge Jesus

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Divulgação - Monaco

Presente nesta quarta (26) no fórum da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF), Leonardo Jardim avaliou seu futuro. Livre no mercado desde o final de 2019, o treinador esteve na lista do Flamengo para substituir Jorge Jesus. No entanto, o clube carioca não fechou acordo com o português e decidiu assinar com Domènec Torrent. Como não está empregado, ele revelou que pretende trabalhar fora da Europa após viver ótimos momentos no Monaco.

“Gostaria de continuar fora (de Portugal). Tenho uma ideia na minha cabeça e sou de ideias fixas. Já disse que gostaria de uma experiência fora da Europa e pode ser agora o momento.  Se surgir algo que preencha alguns requisitos, posso voltar na próxima temporada. Em Portugal penso que não, embora não queira fechar a porta. No dia em que voltar, é para ser definitivo”, declarou.

“Neste momento continuo de férias, tal como no último ano e meio. Decidi não treinar por vários motivos: pela pandemia, por questões pessoais… não queria sair da minha zona de conforto”, completou.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Apesar de não cogitar um volta para Portugal, Jardim não descartou totalmente a possibilidade. Isso porque seu nome vem sendo especulado para assumir o Porto. Mesmo assim, ele não deu pistas do seu próximo time.

“Não é meu hábito falar sobre propostas. Neste momento, a ideia não é essa. Mas as coisas podem mudar de um dia para o outro. Essa a realidade no futebol“, completou.

LEIA MAIS