Fluminense e Internacional são julgados no STJD em final do Sub-17 Feminino

Fluminense e Internacional podem ser ambos punidos pela escalação de jogadores irregulares e a competição pode ter a final anulada, sem equipe campeã

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Divulgação/CBF

O Fluminense e o Internacional serão julgados pelo STJD nesta sexta-feira (28) a partir das 10h por uma possível situação irregular de atletas na Final do Brasileirão Feminino Sub-18.

Tanto o campeão Fluminense, quanto o vice-campeão Internacional, foram denunciados pela Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) devido à situação das atletas Kailane (Fluminense) e Mari Zanella (Inter).

A equipe carioca foi campeão da competição no segundo jogo após ser derrotado por 4 a 1 no tempo normal, mas ter conquistado nos pênaltis o título no dia 20 de março.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

Os dois clubes foram enquadrados no artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) com multa prevista entre 100 à 100.00 mil reais de multa e perda máxima dos pontos.

A atleta Kailane estaria suspensa pelo terceiro cartão amarelo na decisão depois de ter recebido cartões contra São Paulo, Santos e Internacional no jogo de ida da final. O Fluminense alega que conseguiu um efeito suspensivo no STJD depois da jogadora ter pego suspensão por expulsão contra o Corinthians.

Já a atleta Zanella Steiak (goleira) não poderia ter jogado pois o Regulamento Específico da Competição (REC) estipula limite de 23 atletas e Mariana foi inscrita na posição 24.

O único ponto que difere as situações dos dois clubes é que a atleta do Internacional não participou do jogo e ficou no banco de reservas, já Steiak jogou a partida inteira durante os 90 minutos.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

O julgamento será realizado nesta sexta-feira (28) a partir das 10h.

LEIA MAIS