Lille campeão francês: conheça a campanha do time que parou o PSG

Melhor defesa das principais ligas europeias, Lille interrompe sequência de três anos do PSG de Neymar conquistando o campeonato francês

Guilherme Lopes
Estudante de Jornalismo, apaixonado pelas estatísticas do bom jogo. Vivo e penso sobre futebol o dia todo.

Crédito: Divulgação/losc.fr

No último domingo (23), o Lille bateu o Angers fora de casa, por um placar de 2×1, conquistando a Ligue 1 depois de nove temporadas.

Uma campanha brilhante, sobretudo com apenas três derrotas e 83 pontos conquistados, a equipe treinada por Galtier derrotou o poderoso PSG de Neymar e Mbappe, os parisienses terminaram no segundo lugar com 82 pontos.

Jogando de uma forma ofensiva e inteligente, o time adere um esquema no 4-4-2, com um atacante mais experiente e um jovem canadense, Jonathan David, entretanto, essa combinação de experiência mais juventude não é apenas no ataque, mas também em todo esquema do técnico francês.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Início do projeto Galtier

A principio Galtier assume o comando da equipe na metade da temporada 17/18, seu antecessor era simplesmente Marcelo Bielsa que não estava conseguindo impor o seu trabalho, deixando a equipe na 18ª colocação. Galtier que já tinha um trabalho longevo no Saint-Étienne, consegue em pouco tempo livrar a equipe francesa da zona de rebaixamento.

Na temporada 18/19 já contando com novos reforços, a equipe salta da água para o vinho, conquistando o vice-campeonato da Ligue 1. Na temporada seguinte o futebol é afetado com a pandemia, ainda mais na França que tem seu campeonato encerrado antes do fim, o clube acaba prejudicado e termina na quarta colocação do campeonato.

A temporada atual começa com o Lille perdendo seu artilheiro, Osimhen, entretanto Galtier vai atrás do experiente Burak Ylmaz, e recupera o futebol de um jogador que seria peça-chave para seu esquema, Renato Sanches. Com uma equipe que mescla experiência e juventude, contando com jogadores talentosos e uma defesa sólida, a equipe assume a liderança nas primeiras rodadas e se mantém até o final do campeonato.

Desde já a consagração da equipe vem no confronto contra o PSG pela 31ª rodada do campeonato francês, jogando fora de casa a equipe bate os antigos campeões em uma partida conturbada, todavia, com grande atuação defensiva.

Defesa

Primeiramente é impossível não falar da defesa do clube francês, sendo a menos vazada das principais ligas europeias, muito deve-se a experiência de José Fonte, zagueiro convocado para a seleção portuguesa na Eurocopa.

Logo depois, a equipe ainda é “municiada” pelo goleiro da seleção francesa, Mike Maignan, já considerado o sucessor de Lloris, além de Sven Botman jovem zagueiro de apenas 21 anos.

Brilho turco e atacantes promissores

Galtier busca no mercado dois grandes nomes da Turquia: o meia-atacante, Yusuf Yazici, e o atacante Burak Ylmaz terceiro colocado na artilharia da Champions 12/13. A dupla turca encaixa rapidamente na equipe, somados chegam a 23 gols no campeonato, Burak termina como artilheiro da equipe na temporada.

Por outro lado, os jogadores que já estavam no clube, caso de Soumaré, Jonathan Ikoné, também se destacam nessa conquista, o último inclusive é pretendido pelo Borussia Dortmund para substituir Jadon Sancho. Outros nomes muito promissores como por exemplo, Jonathan David, Bamba e o brasileiro, Luiz Araújo, alternaram entre a equipe titular e reservas, entrando muito bem quando exigidos.

LEIA MAIS

Borussia Dortmund já monitora substituto para Jadon Sancho

Neymar fica fora da seleção do Campeonato Francês 2020/2021; veja time