Novo logo da seleção feminina de rúgbi é divulgado

Time representará o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Ruan Nascimento
Colaborador do Torcedores

Crédito: (Divulgação/Confederação Brasileira de Rugby) Novo logo das Yaras será usado pelo time feminino do Brasil

A seleção brasileira feminina de rúgbi passa a ter a partir de agora a sua marca própria. Ou seja, um escudo para chamar de seu. O novo logo da equipe é uma yara, e não mais um indígena tupi como era anteriormente. A novidade foi anunciada nesta segunda-feira, 24 de maio, quando a equipe também lançou seus novos uniformes.

As Yaras, como já eram chamadas, até então ainda não tinham uma marca própria, tanto que o antigo logo era o de um tupi (a seleção masculina do Brasil é conhecida como os Tupis). Yara é um nome de origem indígena, com raiz no tupi. Para as atletas, significa ser mulher, ser forte e ser guerreira, não apenas no rúgbi como também na vida.

No rúgbi, é comum que as seleções tenham algum apelido, caso dos All Blacks, dedicado ao time masculino da Nova Zelândia. No caso da seleção feminina daquele país, as atletas de lá são chamadas de Black Ferns. No Brasil, em 2012, o apelido Tupis foi adaptado para as seleções da modalidade. Porém, a seleção feminina se autodenominou Yaras a partir de 2014, embora até este ano usava a mesma marca do time masculino.

Mesmo com esta novidade, o logo das Yaras não será utilizado nos Jogos Olímpicos de Tóquio, ao qual as brasileiras estão classificadas. Nas Olimpíadas, é obrigatório o uso de um símbolo nacional para todas as modalidades. No caso do Brasil, o Time Brasil utiliza a bandeira nacional com os aros olímpicos, independente da modalidade. 

Rúgbi Sevens

Em Tóquio, o esporte será praticado na modalidade Sevens, no qual sete atletas ficam em campo, diferente no tradicional XV, que conta com 15 jogadoras em campo. O calendário de jogos ainda não foi divulgado. Dentro das Olimpíadas, a competição masculina será de 26 a 28 de julho, enquanto o rúgbi feminino será entre 29 e 31 de julho.

LEIA MAIS

Sete momentos de superação em Jogos Olímpicos

Presidente do COI pede por “sacrifícios” para a realização das Olimpíadas