Nuno Espírito Santo deixa o Wolverhampton

Nuno Espírito Santo estava a quatro temporadas no clube

Alexander Rodrigues
Colaborador do Torcedores

Um dos casamentos mais bem sucedidos da Premier League chegou ao fim. Nessa Sexta, o Wolverhampton anunciou que Nuno Espírito Santo deixará o comando da equipe ao final da temporada, deixando vários jogadores compatriotas “órfãos” no elenco.

Nuno Espírito Santo

Foto: Nick Potts/Reuters

– Desde o primeiro dia que chegamos a Compton, a nossa ambição era fazer uma mudança positiva e levar este clube para frente. Tenho orgulho em dizer que o fizemos todos os dias. Alcançamos os nossos objetivos com paixão e juntos. Agradeço aos torcedores, que têm desempenhado um papel importante em nos ajudar a alcançar novos patamares, e ao povo da cidade, que nos abraçou e nos fez sentir em casa – disse Nuno Santos ao site oficial do Wolves.

Leia mais:

Bruno Lage é favorito para assumir o Wolverhampton

Bundesliga: última rodada terá 2 “finais” e muito briga na degola

E para deixar o adeus ainda mais emocionante, o último jogo de Nuno será com a volta dos torcedores ao estádio e o português não escondeu seu sentimento em ter esse contato na sua despedida.

– Domingo será um dia muito emocionante, mas estou muito feliz por adeptos voltarem ao Molineux e podermos compartilhar um último momento especial juntos, como uma alcateia.

Nuno Espírito Santo assumiu os lobos na temporada 2017/2018, sendo campeão logo de cara da segunda divisão e alcançando a façanha de no seu primeiro ano de Premier League, fazer a equipe se classificar para a UEFA Europa League, competição na qual chegou nas quartas de final.

Apesar de uma temporada 2020/2021 sem títulos ou classificação para competições europeias, o Wolves sempre se manteve como um time sólido, que sempre dava um bom desafio para seus adversários.

A especulação em seu sucessor gira em torno de outro português, Bruno Lage, que deixou o Benfica em julho de 2020 e se encontra sem clube, desde então. Lembrando que Lage recusou várias propostas tanto de dentro quanto de fora de Portugal para esperar um projeto que o agradasse.