Palmeiras perde 3ª final seguida em 2021 e sofre com piadas; veja os memes

Palmeiras é derrotado no segundo jogo da grande final do Paulistão e termina com o vice-campeonato

Marcel Thomé
Colaborador do Torcedores.com

Crédito: Reprodução/Humor Esportivo

São Paulo e Palmeiras se enfrentaram na tarde deste domingo no segundo jogo da final do Campeonato Paulista, no Morumbi, e o Tricolor levou a melhor com uma vitória por 2 a 0, resultado que deu novamente o título do Paulistão ao clube depois de 16 temporadas.

A derrota alviverde foi alvo de brincadeiras dos rivais, como não poderia deixar de ser. A zoeira principal foi pelo clube ter disputado três finais nesta temporada e perdido as três (Paulistão, Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana).

Veja os melhores memes da derrota do Palmeiras na final do Paulistão:

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Como chegaram os times ao Choque-Rei

O São Paulo terá baixas importantes para esta partida. O ala Daniel Alves e o meia Martín Benítez estão fora da final do Paulistão. O argentino tem um estiramento na coxa esquerda, problema físico ocorrido justamente no duelo de ida contra o Palmeiras.

Daniel Alves, por sua vez, que passou por novos exames na tarde de sexta-feira teve diagnosticado um trauma no local, tem um problema no joelho direito. A equipe são-paulina precisa de uma vitória simples para se sagrar campeão paulista e encerrar um jejum de 16 anos sem vencer o estadual.

Sem novidades, o Palmeiras deve repetir a escalação do confronto de ida, no Allianz Parque. A tendência é que Abel Ferreira mantenha o mesmo desenho tático que têm dado certo até aqui.

São Paulo x Palmeiras

Local: Estádio do Morumbi, São Paulo (SP)
Data e horário: 23 de maio de 2021, às 16h
Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli, Neuza Ines Back e Thiago Luis Scarascati
VAR: Marcio Henrique de Gois

São Paulo
Volpi, Arboleda, Miranda e Léo; Igor Vinícius, Luan, Liziero, Gabriel Sara e Reinaldo; Igor Gomes e Pablo. Técnico: Hernán Crespo.

Palmeiras
Weverton; Luan, Gustavo Gómez e Renan; Mayke, Felipe Melo, Danilo Barbosa e Victor Luis; Raphael Veiga; Rony e Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira.

LEIA MAIS: