Previsão: quais times podem melhorar ou piorar na temporada 2021 da NFL

A previsão foi feita usando a expectativa de Pitágoras, que tem capacidade de prever o desempenho futuro dos times de acordo com a pontuação

Luís Martinelli
Jornalista, fã de esportes americanos (NFL, NHL, MLB e NBA), futebol australiano e de fantasy sports. Twitter: @LG_Martinelli Criador dos @BlogNEJ, @BrasilFooty e @ViciadoFSports

Crédito: Kyle Hess/Atlanta Falcons

Falta um pouco mais de três meses para o início da temporada da NFL. Aproveitando que já passou o momento mais agitado da offseason, com a free agency e o Draft, além do fato de a liga já ter anunciado o calendário completo, vamos fazer uma previsão de quem pode melhorar ou piorar em 2021.

Mas não é um método qualquer que será utilizado. Usaremos a “expectativa de Pitágoras” ou “expectativa pitagórica” para realizar os cálculos.

Antes de mostrar algumas dos times do futebol americano que podem evoluir ou regredir na próxima temporada, vamos apresentar a expectativa de Pitágoras.

Expectativa de Pitágoras

A Pythagorean Expectation, ou expectativa pitagórica, é um cálculo criado pelo famoso estatístico de beisebol Bill James. Considerado um dos precursores dos analytics, James criou a fórmula para prever o número de vitórias dos times de acordo com as corridas anotadas e sofridas.

Para realizar o cálculo, a fórmula é bem simples:

Razão de vitórias = Corridas anotadas²/Corridas anotadas² + Corridas sofridas² (onde “/” significa dividido).

O número exato de triunfos é calculado a partir da multiplicação da razão de vitórias e o número de partidas disputadas.

No entanto, para adequar com a realidade, o expoente é alterado. Por exemplo: na MLB, o expoente é 1,83.

Engana-se quem pensa que essa matemática só pode ser feita no esporte passatempo dos americanos. A expectativa de Pitágoras também é usada no basquete e na NFL. No caso do futebol americano, o expoente é 2,37.

Portanto, a fórmula fica:

Razão de vitórias = Pontos marcados^2,37/Pontos marcados^2,37 + Pontos sofridos^2,37 (^ representa o expoente).

Como interpretar o resultado? É muito simples. Se o número de vitórias pitagóricas for menor que o número de vitórias que o time conquistou, isso significa que essa equipe está com sorte. Caso seja o oposto, isto é, a quantidade de vitórias esperadas for maior, quer dizer que o time está com azar. Então, se o time está com “sorte” em algum momento da temporada, ele pode cair, enquanto um que é “azarado”, pode crescer e melhorar. E esse mesmo fenômeno pode acontecer de um ano para o outro.

Agora que foi explicado como funciona a expectativa de Pitágoras, vamos elencar quais times podem melhorar ou piorar na temporada 2021 da NFL. Para não ficar muito longo, iremos mostrar apenas três equipes em cada situação. O número de vitórias esperadas foi tirado do Pro Football Reference.

Quem pode melhorar

Atlanta Falcons (Record 2020: 4-12, Vitórias esperadas: 7,6)

Os Falcons foram o time com mais azar em 2020, com -3,6 vitórias a menos que o esperado. Desde a derrota no Super Bowl LI, a franquia de Atlanta povoou o imaginário dos fãs da bola oval com as derrotas bizarras, conhecidas como “atlantafalconizadas”. E não é por menos. O Atlanta Falcons teve campanha 2-8 em partidas com placares apertados (até 8 pontos de diferença entre as equipes).

Para a nova temporada, a franquia do estado da Georgia conta com um novo head coach em Arthur Smith, ex-coordenador ofensivo dos Titans. Além disso, Atlanta possui o 3º calendário mais fácil para 2021, com os oponentes combinando aproveitamento de 45,4% no ano passado.

Carolina Panthers (Record 2020: 5-11, Vitórias esperadas: 6,7)

Outros times tiveram mais vitórias a menos do que a expectativa, mas os Panthers foram os escolhidos aqui, com -1,7. O principal motivo é a mudança na posição de quarterback: sai Teddy Bridgewater e entra Sam Darnold. Não é certo ainda saber se o ex-QB dos Jets será a resposta do time para a posição, porém o trabalho de Matt Rhule (HC) e Joe Brady (OC) passou boa impressão em 2020.

Assim como os rivais de divisão, o Carolina sofreu em duelos decididos por poucos pontos. O time de Charlotte teve campanha 3-8 em close games. A tabela do time é a 7ª mais fácil da NFL na próxima temporada.

San Francisco 49ers (Record 2020: 6-10, Vitórias esperadas: 7,7)

Após o vice-campeonato na temporada retrasada, os 49ers sofreram muito com lesões em 2020. O time da Califórnia também venceu 1,7 partidas a menos do que o esperado no ano passado e, ainda assim, teve a 17ª melhor defesa em pontos sofridos. Resta saber se Jimmy Garoppolo – ou, quem sabe, Trey Lance – ficará saudável para ajudar o forte jogo corrido da franquia.

O time comandado por Kyle Shanahan tem o 14º calendário mais fácil na temporada que está por vir.

Quem pode piorar

Kansas City Chiefs (Record 2020: 14-2, Vitórias esperadas: 11,5)

Os atuais vice-campeões foram os mais sortudos na última temporada, com mais de 3 vitórias que o esperado. Entretanto, isso não pode ser considerado um fator que pode afetar o 2021 dos Chiefs. Afinal, um possível 11-5 ou 12-4 não seria uma campanha ruim, de forma alguma. O que ajudou o time do Missouri a ter essa grande diferença foi o record 8-1 em confrontos apertados.

A equipe de Andy Reid, Patrick Mahomes e companhia terá o 11º calendário mais complicado da NFL neste ano. A expectativa é que o Kansas City faça outra ótima temporada, todavia não dá para esperar um 14-2 novamente.

Cleveland Browns (Record 2020: 11-5, Vitórias esperadas: 7,7)

O ano de 2020 foi inesquecível para os Browns. Kevin Stefanski estreou como head coach da franquia e levou o Cleveland à primeira pós-temporada desde 2002 e, de quebra, bateu bem o Pittsburgh Steelers no Wild Card. O mais intrigante é que a equipe teve um saldo de pontos de apenas -11, e um pouco mais de 3 vitórias acima do esperado.

Assim como os outros times da AFC Norte, o Cleveland Browns possui uma das schedules mais complicadas, ocupando o 9º lugar no ranking. Veremos se os reforços para a defesa vão ajudar na evolução do time ou se a tendência de queda se confirma.

Tennessee Titans (Record 2020: 11-5, Vitórias esperadas: 9,1)

Depois de um início empolgante, com campanha 5-0, os Titans foram inconstantes a partir da Week 7 na temporada passada. A equipe da cidade da música fez 6-5 nas partidas seguintes. Apesar de o ataque ter sido o quarto que mais pontuou (491), a defesa esteve entre as piores, cedendo 27,4 pontos por jogo.

O time de Nashville perdeu algumas peças no ataque, como os wide receivers Corey Davis e Adam Humphries, e o tight end Jonnu Smith, além do próprio offensive coordinator, Arthur Smith. A tabela dos Titans é a 13ª mais difícil da liga para a próxima temporada.

VEJA MAIS

TIMES DA NFL ANUNCIAM A TABELA DA TEMPORADA 2021

NFL DIVULGA CALENDÁRIO DE 2021