Ramírez ganha longo abraço de Taison após gol e resume liderança do atacante no grupo: “Ele é o Inter”

Atacante Taison fez questão de ir em direção a Miguel Ángel Ramírez depois do gol de Yuri Alberto

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Montagem com imagens de divulgação

Assim que Yuri Alberto balançou as redes do Olimpia, decretando de vez a vitória colorada por 1×0 no Paraguai, o atacante Taison fez questão de ir abraçar o técnico Miguel Ángel Ramírez, numa clara demonstração de que o capitão do time está junto com o treinador.

A cena se tornou um dos símbolos da vitória colorada, deixando o time bem perto da classificação matemática às oitavas de final da Libertadores.

Ramírez rasga elogios a Taison

Em sua coletiva de imprensa concedida logo depois da vitória, Ramírez rasgou elogios a Taison e detalhou a sua importância no dia a dia junto aos demais jogadores:

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

“Taison é o Inter. Representa tudo que o Inter é. Viveu tudo no clube. Sabe da importância de um Gre-Nal. Importância de sentir a derrota no clássico. A dor da derrota. Ele está aí para recordar os companheiros disso. Esse foi o seu papel”, comentou o espanhol.

Sem Taison, o Inter se prepara agora para a finalíssima do Gauchão diante do Grêmio, na Arena, às 16h do próximo domingo. O jogo de ida foi 2×1 para o tricolor no Beira-Rio. Pela Libertadores, a próxima partida é na quarta, 19h, em casa, contra o Always Ready.