Ramon pede que Cruzeiro evite ‘desespero’ em disputa da Série B

Zagueiro pede que Raposa comece segunda divisão somando pontos para se colocar desde o início na briga pelo acesso

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O Cruzeiro não conseguiu avançar para a final do Campeonato Mineiro e agora terá tempo para treinar até a estreia na Série B. A Raposa vem com a clara missão de evitar a dura temporada de 2020, em que ficou longe de brigar pelo acesso para a Série A.

Para isso, a estratégia deverá a de colocar já o time entre os primeiros colocados e somando pontos nas primeiras rodadas. Ao menos é o pedido que zagueiro Ramon, que lembrou o ‘desespero’ da Série B mais recente, em que os celestes tiveram tropeços seguidos nas primeiras rodadas e isso dificultou muito a busca pelo retorno à elite.

“A maioria dos jogadores já conhece esse tipo de campeonato. Temos que começar bem para evitar o que ocorreu no ano passado. Teremos boas semanas de treinamento para aprimorar o que estamos fazendo neste primeiro semestre”, disse Ramon segundo o Hoje em Dia.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

O defensor também recordou o fato de que o Cruzeiro começou a Série B com seis pontos a menos por causa da uma punição da Fifa, mas também apontou que a Raposa teve uma das melhores defesas da competição (a terceira no geral, com 32 gols sofridos). Um fator que vê como essencial

“Não tomando gol, a gente tem consequência de pontuar. Ano passado foi atípico por causa da punição de seis pontos, e mesmo com a gente somando pontos, estávamos ainda na zona de rebaixamento. Isso acabou atrapalhando um pouco. Esperamos começar certo e que tenhamos sucesso no fim”, disse.

LEIA MAIS

Mercado da Bola 2021: veja as principais transferências no futebol brasileiro neste sábado (15)

Dívida de Cruzeiro com Mano passa de R$ 3,6 milhões, diz defesa do treinador