Rivaldo surpreende e aponta dois países com torcidas de clubes mais fanáticas que os brasileiros

Durante sua carreira, Rivaldo viveu experiências no Brasil e também no exterior

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Reprodução

Em sua coluna na “Betfair.net“, Rivaldo foi questionado sobre a paixão pelo futebol ao redor do mundo. Como atuou na Europa por muitos anos, o ex-jogador conferiu de perto como os torcedores presentes em Grécia e Inglaterra são ligados aos seus times. Dessa maneira, ele considera que os aficionados dos dois países em questão possuem um fanatismo único. Porém, em relação a seleção nacional, ele acredita que os seus compatriotas são inigualáveis.

“Depende dos países. Se olharmos aos fãs ingleses ou gregos com certeza que são mais fanáticos do que as torcidas brasileiras no que toca a seus clubes. Mas, por outro lado, não vejo nenhuma torcida mais fanática do que a brasileira no que diz respeito a sua seleção de futebol“, expressou.

Além disso, Rivaldo elegeu dois nomes que possuem um futebol parecido com o seu. Sem mencionar nenhum atleta brasileiro, o pentacampeão do mundo acredita que astros da Colômbia e Argentina lembram seu desempenho em campo. Ele também falou sobre as chances do Brasil conquistar a Copa do Mundo.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

“Eu vejo algumas semelhanças no estilo de jogo de Di María ou James Rodriguez. Embora eu fosse um jogador com mais gol do que eles. Mas na criação e qualidade de jogo me revejo um pouco neles, sim”.

“Eu acredito que sim. Pelos jogadores que tem a seleção brasileira está no bom caminho. Acredito que tem grandes chances de ser campeão no ano que vem na Copa do Mundo“, opinou.

LEIA MAIS

Rivaldo aponta cinco clubes favoritos ao título do Brasileirão: “Não consigo enxergar algum time que possa surpreender”

Neymar inclui dois destaques do Flamengo em lista dos atletas do Brasil que devem atuar na Europa