Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Arizona Diamondbacks bate recorde de derrotas na MLB

D-backs batem marca negativa em jogos fora de casa

Thais May Carvalho
Colaborador do Torcedores

Crédito: Thearon W. Henderson/Getty Images

Nesta quinta-feira (17), o Arizona Diamondbacks perdeu de 10 a 3 para o San Francisco Giants. Mas o placar dilatado não foi a pior notícia da noite para os D-backs. Com o resultado, a equipe contabilizou 23 derrotas consecutivas fora de casa. Essa é a maior marca na história da era moderna da MLB, ou seja, de 1900 para cá. Assim, eles quebraram o empate de 22 derrotas seguidas com o New York Mets de 1963 e o Philadelphia Athletics de 1943.

A última vitória de Arizona jogando em um estádio adversário aconteceu em 25 de abril, quando Madison Bumgarner arremessou um no-hitter de 7 entradas em Atlanta. Desde então, eles foram varridos fora de casa por Marlins, Mets, Dodgers, Rockies, Brewers, Athletics e Giants, tendo um saldo negativo de -77 corridas nessas partidas.

Na temporada, Arizona tem um recorde de 20 vitórias e 50 derrotas, estando 11-19 em casa e 9-31 fora. Desde a última vitória como visitante, o time fez 48 partidas e venceu apenas 9 delas. Com esse fraco desempenho, os D-backs são o último colocado na divisão oeste da Liga Nacional e têm a pior performance entre os 30 times da MLB.

Esses números deixam claro que a equipe precisa melhorar nos dois lados da bola. No entanto, os arremessadores parecem ser o maior problema em Arizona. Enquanto o ataque está no meio da tabela em corridas anotadas e aproveitamento no bastão, o time é o que mais cede corridas, tendo permitido 395 pontos aos adversários. Além disso, ele tem o pior ERA, com 5.29, e pior WHIP da liga, com 1.44.

Sobre o momento ruim de sua equipe, o técnico Torey Lovullo disse: “Não é nada de que nos orgulhamos. É um longo período de tempo. Isso pesa sobre você. É pesado. […] Às vezes fico acordado até 3, 4 da manhã tentando juntar as peças desse quebra-cabeça na minha mente. É duro. É muito desafiador.”. 

Zac Gallen, que foi o arremessador titular na última partida, falou sobre a situação dentro do vestiário: “Obviamente, o clima é infeliz. Os caras definitivamente não estão satisfeitos com a forma que estão jogando. Não conheço ninguém em sã consciência que estaria.”.

A boa notícia para o Arizona Diamondbacks é que a equipe terá uma sequência de seis jogos em casa. Ela só voltará para a estrada daqui uma semana, no dia 25 de junho, em uma série contra o San Diego Padres, quando espera interromper essa sequência negativa.

Leia Mais

Tyler Glasnow culpa nova política da MLB por sua lesão

GM do Arizona Diamondbacks deixa cargo para cuidar da esposa