Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Cristiano Ronaldo faz Coca-Cola perder R$ 20 bilhões após gesto em coletiva

Antes de entrevista, Cristiano Ronaldo tirou duas garrafas de Coca-Cola da sua frente e enfatizou para as pessoas beberem água

Mário André Monteiro
Jornalista com passagens por Portal iG, Fox Sports e Osasco Audax. Atualmente editor do Alemanha FC (http://www.alemanhafc.com.br). No Twitter: @alemao_mario e no Instagram: @marioalemao

Crédito: Reprodução

Nesta segunda-feira (14), Cristiano Ronaldo surpreendeu com um gesto no início da entrevista coletiva que participou ao lado do técnico de Portugal, Fernando Santos, na véspera da estreia da seleção lusa na Euro 2020.

Ao chegar na mesa para responder às perguntas, Cristiano Ronaldo viu duas garrafinhas de Coca-Cola à sua frente – elas foram colocadas como forma de propaganda – e, de imediato, o atacante as afastou e colocou uma garrafa de água no lugar.

Algumas pessoas que estavam no local deram risada, mas a marca de refrigerantes parece que não gostou muito.

Confira o momento no vídeo abaixo:

O fato é que a atitude de CR7 teve um grande impacto negativo na Coca-Cola. De acordo com dados levantados pelo jornal Marca, a evolução das ações e do preço da empresa antes e depois do gesto do jogador significou bilhões de dólares em prejuízo.

A bolsa de valores abriu às 15h na Europa. Naquela ocasião, a participação da Coca-Cola girava em torno de 56,10 dólares (algo em torno de R$ 285). Trinta minutos depois, quando Cristiano Ronaldo já havia retirado as garrafas do refrigerante da sua frente, as ações despencaram para baixa de 55,22 dólares (R$ 281).

A queda de 1,6% para a empresa na bolsa pode parecer pequena, mas foi um declínio brutal. Em termos econômicos, ainda segundo a publicação, a Coca-Cola passou 242 bilhões de dólares para 238 bilhões de dólares, uma perda total e absoluta de 4 bilhões de dólares no valor da marca – ou seja, R$ 20,4 bilhões.

Lembrando que a Coca-Cola é uma das marcas patrocinadoras oficiais da Euro 2020.

Cristiano Ronaldo sempre frisa em suas entrevistas sobre saúde que é importante para as crianças terem uma alimentação saudável, longe de açúcares e gorduras.

Quando questionado sobre sua relação com seu filho nesta questão, o astro português foi claro: “Sou duro com meu filho. Às vezes ele bebe Coca-Cola e Fanta e come batatas fritas, mas sabe que eu não gosto”, disse o atleta.

E MAIS

Polícia é acionada no CT da seleção alemã para tratar incidente; veja o que aconteceu

Jogador do Bayern sofre grave lesão na clavícula após queda de bicicleta