Maurine, ex-Santos e Seleção Brasileira, anuncia aposentadoria

Em mais de 15 anos de carreira, a atleta atuou em 10 equipes e conquistou 16 títulos no total

Victor Franco
Colaborador do Torcedores

Crédito: Agora ex-jogadora Maurine, que jogou por anos na Seleção Brasileira (Reprodução / UOL)

Em seu Instagram pessoal, a jogadora Maurine, aos 35 anos, anunciou que está se aposentando do futebol. Natural de Porto Alegre, a gaúcha estava jogando no Famalicão, de Portugal, onde terminou a liga nacional em 4º lugar. “Os tempos mudaram. Apesar de ainda termos muito o que evoluir nesse quesito, fico feliz de ter participado de uma geração que mudou a história do futebol feminino no Brasil. Mostramos que sim, lugar de mulher é dentro do campo e onde ela quiser”, disse a atleta nas redes sociais.

 

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Sua carreira em clubes

Com apenas 15 anos de idade, Maurine começou sua carreira jogando pelo Grêmio, clube da sua cidade natal. Em 2008, ela se mudou para Santos, onde viveu seus melhores momentos como atleta. Na sua primeira passagem, foi bicampeã da Libertadores Feminina, vencedora duas vezes da Copa do Brasil de Futebol Feminino e bicampeã do Paulista Feminino. Além disso, em 2011, ganhou a Liga Estadunidense pelo Western New York Flash, ao lado da craque Marta.

No ano seguinte, o Peixe resolveu acabar com o departamento de futebol feminino do clube, alegando falta de receita e patrocínios, no mesmo momento que assinava um contrato milionário com o jovem Neymar Júnior. Com a ajuda do próprio jogador santista, Maurine e outras atletas levantaram 1,5 milhões de reais em patrocínios. Porém, a diretoria do Santos  disse que o valor era insuficiente e manteve a sua decisão anterior. Então, ela e mais nove companheiras se transferiram para o Centro Olímpico.

Depois, Maurine foi campeã da Libertadores Feminina, do Brasileirão e da Copa do Brasil de Futebol Feminino representando a Ferroviária. Em 2016, a gaúcha voltou ao Santos para a sua segunda passagem na equipe paulista. Sua volta foi um grande sucesso, rendendo mais dois títulos do Brasileirão Feminino e uma conquista do Paulistão Feminino. Ela também jogou por Flamengo e São Caetano, até chegar em Portugal em 2019.

 

Vestindo as cores da Seleção Brasileira

Uma lateral-direita de muita técnica e ótima chegada ao ataque, Maurine foi convocada pela Seleção Brasileira desde a categoria sub-20. Sua primeira grande competição foi os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, onde o Brasil ficou com a prata. Três anos depois, ela foi prata novamente, agora nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, quando a seleção canarinho foi derrotada pelo Canadá nos pênaltis.

Finalmente, em 2015, Maurine conquistou o ouro com a Seleção Brasileira, ao vencer a Colômbia por 4×0 na final dos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Além disso, a gaúcha também venceu a Copa América Feminina em 2014.

 

SAIBA MAIS

Corinthians líder, clássicos e disputa por uma vaga na segunda fase: Tudo sobre a 13ª rodada do Brasileirão Feminino

Mercado da Bola: São Paulo acerta retorno de Formiga