Olímpiada de Tóquio: o que acontece se um atleta pegar Covid-19?

COI definiu as regras para aqueles que testarem positivo durante a competição

Lucas Ayres
Colaborador do Torcedores

Crédito: David Ramos / Getty Images

O COI (Comitê Olímpico Internacional) definiu nesta terça-feira o protocolo para lidar com atletas que se infectarem com o coronavírus durante os a Olimpíada de Tóquio.

Em entrevista ao site “Inside the Games”, Kit McConnell, diretor de esportes do COI, explicou que os competidores que testarem positivo para a Covid-19 não poderão mais participar dos Jogos. Mas poderão manter quaisquer medalhas ou resultados conquistados antes do teste.

“Se um atleta fosse para participar de um evento de medalha mas fosse impossibilitado, ele receberá o nível mínimo de medalha que teria recebido, por exemplo, em uma medalha”, detalhou o diretor. Seguindo o plano, o evento desfalcado seguiria, por exemplo, com a presença do derrotado pelo atleta ausente numa fase anterior.

Para ilustrar, digamos que uma dupla finalista do vôlei de praia teste positivo para a Covid-19 antes da decisão. A dupla derrotada na semis é que vai disputar a final, mas a dupla infectada ainda assim receberá uma medalha de prata da Olimpíada de Tóquio.

Claro que cada prova tem suas especificidades, como o tempo de duração de seus torneios, por exemplo. Para isso, conta McConnel, os esportes precisarão desenvolver regras próprias. “Vamos desenvolver esporte a esporte, disciplina a disciplina, evento a evento, ao finalizar os regulamentos específicos, que serão publicados nas próximas semanas”, explicou o dirigente.

Esse aprofundamento está previsto no plano do COI denominado “Regulamentos específicos de esportes”. Além disso, o comitê formulou um protocolo para as testagens dos atletas, que serão diárias. Elas acontecerão em dois horários, as 9h e as 18h e qualquer um que tenha resultados positivos ou inconclusivos será imediatamente isolado.

Nesses casos, os competidores passarão por duas contraprovas, que ficam prontas em até três horas. Se a infecção for confirmada, os atletas serão excluídos da Olimpíada de Tóquio, mas não desqualificados.

LEIA MAIS

Renan Dal Zotto, voltou a falar sobre o Covid-19: “Achei que tivesse dormido dois dias”

Copa América já possui 52 casos positivos de Covid-19 no Brasil

Vacinados! Delegação do Palmeiras recebe primeira dose contra a covid-19 no Paraguai