Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Pia, treinadora da Seleção Feminina comenta caso de assédio de Rogério Caboclo: “Muito sério”

Pia categorizou o ocorrido como ‘sério’, disse que conversou com as atletas sobre o caso

Jeferson Macedo
Colaborador do Torcedores.com.

Foto: CBF

Rogério Caboclo, presidente afastado da Confederação Brasileira de Futebol foi acusado de assédio sexual e moral por uma das funcionárias da entidade. Nesta quinta-feira, 10, Pia Sundhage, treinadora da Seleção Brasileira Feminina quebrou o silêncio e falou pela primeira vez sobre o caso.

Pia categorizou o ocorrido como ‘sério’, disse que conversou com as atletas sobre o caso, mas pediu que a Seleção focasse na disputa das Olimpíadas.

É muito sério, eu gostaria de poder explicar isso em sueco, já que inglês não é a minha língua materna, e nesse caso as palavras são muito importantes. Você pode ter sua opinião pessoal, conversamos com as atletas, informamos as atletas, todas têm opinião. E cada uma de nós tem que ter responsabilidade sobre as suas respostas. No fim do dia, temos que dar um passo adiante. Estamos nos aproximando das Olimpíadas. Fomos um pouco abarrotadas por toda essa situação, e acho que é importante voltarmos o foco para o campo“, disse a treinadora.

A Seleção Feminina do Brasil se prepara para a disputa dos Jogos Olímpicos, e tem dois amistosos nos próximos dias. Na sexta-feira (11), as meninas enfrentam a Rússia e na segunda-feira (14), o Canadá.

Mais sobre o autor: Twitter

LEIA MAIS:

Mercado da bola: clubes europeus estão de olho em 3 jogadores do Internacional

Copa do Brasil: 8 clubes da Série A já foram eliminados da competição

Comentarista se engana e diz que São Paulo ‘joga a Série B’

Mercado da bola: atacante veterano da argentina entra na mira do Grêmio

Alvo do Flamengo, Juan Jesus abre o jogo sobre possível retorno ao Brasil